(Superliga) Vôlei Renata bate Pacaembu Ribeirão e continua invicto

Na sequência da 2ª rodada da Superliga 2020/2021, o Vôlei Renata recebeu o Pacaembu/Ribeirão e garantiu o resultado positivo por 3 sets a 0, parciais de 25/15, 25/18 e 25/20, no ginásio do Taquaral. Com o resultado, o time de Campinas, que teve como destaques o ponteiro Vaccari e o levantador Cristiano, manteve sua invencibilidade e o 100% de aproveitamento na competição.

Com volume de jogo, o Vôlei Renata não demorou a impor seu ritmo e assumiu a frente do marcador em contra-ataque de Temponi pelo meio fundo (9 a 4). A defesa campineira seguia predominando. Em passagem de Barreto pelo saque, com direito a ace, os donos da casa foram ampliando, com destaque para bloqueio de Vaccari (15 a 5). Na reta final, os visitantes tentaram reagir, mas o time de Campinas não deu chances e fechou o primeiro set: 25 a 15.

A história do primeiro set se repetiu na segunda parcial. Com sistema bloqueio-defesa sólido, o time campineiro mostrou efetividade para colocar a bola no chão e abriu diferença em contra-ataque de Vaccari (8 a 5). Com Michel e Barreto fazendo estrago na variação do saque, o Vôlei Renata foi ampliando o marcador (21 a 14). Os centrais seguiram decisivos. Em ponto de bloqueio, Michel deu a vitória aos donos da casa no set: 25 a 18.

O terceiro set foi mais equilibrado. Os campineiros tiveram dificuldade para se encontrar e os visitantes assumiram a frente do marcador, obrigando Horácio Dileo a pedir tempo (14 a 12). Vissotto foi para o saque, bagunçou o adversário e o Vôlei Renata foi buscar, deixando tudo igual em bloqueio de Barreto (15 a 15). O paredão acabou sendo decisivo na parcial, já que Michel, duas vezes, anotou pontos no fundamento para dar vantagem aos donos do Taquaral (21 a 18). Embalado o camisa 3 foi o responsável por fechar a partida em novo ponto de bloqueio: 25 a 20.

“Foi um jogo que estivemos muito bem, nosso sistema de bloqueio-defesa funcionou e conseguimos impor um ritmo forte no saque e na virada de bola. Conseguimos combinar estes fatores e buscar mais uma vitória”, comentou o técnico Horácio Dileo.

“A conquista do Campeonato Paulista foi uma meta traçada no começo da temporada e com esse título cai uma responsabilidade ainda maior no nosso colo agora na Superliga e nós gostamos muito dessa responsabilidade. Isso não é um peso para o nosso time. No jogo de hoje, sabíamos que o time de Ribeirão é jovem, mas que eles iam arriscar no saque. Abrimos uma vantagem boa nos primeiros sets e conseguimos essa importante vitória”, disse o levantador Cristiano, que levou o Troféu VivaVôlei.

O Vôlei Renata volta a jogar na próxima quarta-feira, às 19h30min, diante do Sesi-SP, novamente no ginásio do Taquaral, em Campinas. Já na quinta-feira, às 19h, o Pacaembu Ribeirão buscará a primeira vitória quando recebe o Caramuru Vôlei, na Cava do Bosque.

Equipes:

Vôlei Renata: Demian González, Leandro Vissotto, Vaccari, Temponi, Barreto, Michel e Bello (líbero)
entraram: Sérgio, Cristiano e Pedrinho
técnico: Horácio Dileo

Pacaembu Ribeirão: Luisinho, Roberval, Andre, Renan Salton, Leitzke, Guilherme Garça e Diego (líbero)
entraram: Dianini, Luiz Henrique, Pedro Henrique, Guilherme Rech, Marcos Vinicius e Bruno
técnico: Marcos Pacheco

foto: Pedro Teixeira/Vôlei Renata

Comentários