Troféu Super Vôlei movimentou equipes em preparação para a Superliga

De 21 a 24 de outubro a Arena Minas, em Belo Horizonte, recebeu o Troféu Super Vôlei Banco Do Brasil. O torneio foi criado para suprir a não realização dos playoffs da Superliga 2019/2020, que foi cancelado em razão da pandemia do COVID-19. O título ficou com o EMS Taubaté Funvic que na decisão derrotou o Sada/Cruzeiro por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 29/27 e 25/21. Confira abaixo uma breve analise do que ocorreu na competição.

Quartas de final:

Sesi-SP (3º) x Apan/Eleva/Blumenau (6º) – Em um duelo bem disputado, a jovem equipe do Sesi-SP (tendo como principal jogador o líbero Murilo) conseguiu neutralizar alguma jogadas dos catarinenses. Entretanto, mesmo sofrendo com a falta de ritmo de jogo, os comandados de André Donegá venceram por 3 sets a 2, parciais de 30/32, 25/23, 27/25, 15/25, 9/15.

EMS Taubaté Funvic (1º) x Pacaembu Ribeirão (8º) – Sem grandes dificuldades, a equipe treinada pelo argentino Javier Weber mostrou sua força e diante de um time bastante jovem conquistou a vitória em sets diretos. No final, a EMS Taubaté Funvic fez 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/13 e 25/12.

Vôlei Renata (4º) x Fiat/Minas (5º) – No duelo mais esperado das quartas de final, o Vôlei Renata não conseguiu apresentar o mesmo voleibol de poucos dias antes quando conquistou o título paulista. Por outro lado, a equipe da casa, com boas atuações de William e Escobar venceram por 3 sets a 1, parciais de 14/25, 21/25, 25/20 e 18/25.

Sada Cruzeiro (2º) x Montes Claros América Vôlei (Substituição) – Em mais um confronto das equipes nesta temporada (os times se enfrentaram no Campeonato Mineiro), a equipe de Marcelo Mendez voltou a ser superior. Com bom desempenho no saque, a Raposa venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/12 e 27/25.

Semifinais:

EMS Taubaté Funvic x Fiat/Minas - A partida até iniciou equilibrada, mas logo o time paulista foi tomando conta das ações e com grande atuação do ponteiro Maurício Borges conquistou a vitória por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/20 e 25/13.

Sada Cruzeiro x Apan/Eleva/Blumenau - Os catarinenses se mostraram bastante empolgados com a presença na semifinal e tentaram neutralizar os principais atacantes adversários. Entretanto, os mineiros tinham no oposto Alan (14 acertos) um dos diferenciais e assim veio a vitória por 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/22 e 25/22.

Final:

EMS Taubaté Funvic x Sada Cruzeiro – Em mais um confronto entre as equipes, o que se viu foi bom voleibol, apesar de os dois times ainda estarem iniciando a temporada.  O ponteiro João Rafael, acabou eleito o melhor em quadra e ajudando o time do Vale do Paraíba a vencer por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 29/27 e 25/21.

“Estou muito feliz. Sofremos muito com a derrota no Paulista, fechamos o nosso grupo, blindamos e essa vitória é da equipe. Tenho que agradecer todo o trabalho da comissão técnica. Toda a equipe é sensacional e estou aprendendo muito. Quero me esforçar para aprender ainda mais ainda. Tenho certeza que vai dar certo”, apostou João Rafael.

“A equipe do Sada Cruzeiro soube trabalhar sobre o nosso bloqueio, eu até saí um momento para o Rapha entrar e acalmar um pouco, mas a equipe se portou de uma maneira muito resiliente, sabendo lidar com a agressividade do adversário, principalmente no saque. O nosso passe funcionou bem e contamos com uma grande atuação do Felipe Roque e do João Rafael, sendo que a equipe toda está de parabéns. Todo o grupo soube ser resiliente e depois de uma semana que vínhamos de uma derrota na final do Paulista veio o primeiro título nacional do ano”, disse Bruninho.

“É um começo de temporada e acredito que a nossa equipe está crescendo aos pouquinhos. Hoje enfrentamos um grande time, sabíamos da dificuldade, mas acho que faltou a gente querer mais, ter mais convicção em momentos decisivos ao querer uma bola. Estamos montando um grupo novo, construído a cada jogo, e acho que as novas peças estão começando a entender também que esta camisa tem um peso”, concluiu o experiente ponteiro celeste Filipe. 

foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Comentários