Vôlei Renata: Chegadas, permanências, saídas e expectativa

A temporada 2020/2021 para o Vôlei Renata será de reencontros e manutenção do que vem dando certo. O técnico Horacio Dileo segue para o quinto ano consecutivo no comando do time de Campinas, que trouxe velhos conhecidos do torcedor, como Leandro Vissotto e Bruno Temponi.
 O projeto completou dez anos e segue sendo um dos mais consolidados e bem estruturados do país, junto a público, atletas e patrocinadores.

Levantadores:

Demián González (renovação) - A história de González no projeto campineiro pode ser contado em dois capítulos. O primeiro começou em 2015 e terminou com o vice-campeonato da Superliga 2015/2016. O bom desempenho levou o jogador  para os Jogos Olímpicos Rio/2016. Após passagens por Turquia e Argentina, ele voltou ao Vôlei Renata em 2017 e é o grande maestro do time.

Cristiano (contratação) – O levantador começou a carreira no Sada/Cruzeiro, onde estreou profissionalmente com apenas 18 anos. Depois, passou por Montes Claros, Corinthians/Guarulhos e estava no Vôlei UM Itapetininga, chegando as semifinais do Campeonato Paulista e tendo disputado a Superliga passada. Aos 23 anos já atuou ao lado de grandes nomes da posição como William, Marcelinho e Sandro.

Mossa (renovação) - João Gabriel, mais conhecido como Mossa, é formado nas categorias do projeto de Campinas. Na temporada passada já foi o terceiro levantador do time e agora, perto de completar 20 anos, tenta se firmar de vez na equipe, ainda mais com a vantagem da altura para a posição, no caso 1.90m.

Opostos:

Leandro Vissotto (contratação) – Medalhista olímpico e vencedor de inúmeros títulos com a Seleção Brasileira, o oposto foi repatriado pelo Vôlei Renata para a temporada 2017/2018, depois de quase dez anos fora do país. Até hoje, ele é o recordista do projeto com maior número de pontos em uma partida (37 diante do Canoas). Nas duas últimas temporadas estava no EMS Taubaté/Funvic onde foi campeão da Superliga 2018/2019.

Angellus (renovação) – Revelado pelo AA Vôlei Mauá, de São Paulo, logo chamou a atenção da base do time campineiro. Na temporada passada chegou a ser utilizado por Horacio Dileo em alguns jogos. Perto de completar 20 anos terá mais oportunidades, principalmente na inversão do 5-1, além de ter a companhia de um especialista na posição ao seu lado.

Ponteiros:

Vaccari (renovação) - Destaque da equipe nos últimos dois anos, Gabriel Vaccari, de 23 anos, segue mais uma temporada no Vôlei Renata. Na Superliga passada, o ponteiro acabou entre os cinco maiores pontuadores do torneio com 290 acertos, sendo que vive um dos melhores momentos da carreira, sendo inclusive um nome a ser observado para a Seleção Brasileira.

Bruno Temponi (contratação) – Velho conhecido da torcida, o ponteiro teve duas passagens anteriores pelo projeto. Tanto na temporada 2016/2017, a primeira sob o comando de Dileo, quanto na 2018/2019, chegou para dar mais opções a posição e se firmou como titular. Experiente, o jogador de 34 anos estava no Anápolis Vôlei, onde disputou a Superliga B.

Renan Bonora (contratação) – Revelado na base de Campinas, o jogador de 22 anos volta ao clube após passagem pelo EMS Taubaté/Funvic na temporada passada. Curiosamente, Renan chegou a renovar com o time do Vale do Paraíba, mas após outras contratações da equipe acabou negociando uma transferência para o Vôlei Renata.

Lima (alçado ao profissional) – Revelado pelo Tijuca e com passagens pela base do Botafogo e do Sada/Cruzeiro, o ponteiro acabou migrando para o Vôlei Renata. Agora, aos 19 anos terá a oportunidade de ganhar mais experiência, ao trabalhar direto no time profissional e de atuar em uma Superliga

Centrais:

Michel (renovação) – O central de 27 anos vai para sua terceira temporada no Vôlei Renata. Indicado pelo técnico Horácio Dileo, ele desembarcou no projeto em 2018/2019 e conquistou seu espaço pela eficiência no ataque e versatilidade no bloqueio. Nas duas Superligas terminou como um dos melhores atacantes em sua posição, com mais de 50% de aproveitamento.

Barreto (contratação) – Aos 23 anos e 2,04m, o central fez excelente temporada pelo Sesi-SP sendo titular e conquistando a Libertadores. Na Superliga passada, segundo estatísticas da CBV anotou 49 pontos de bloqueio na competição e terminou como um dos mais efetivos no fundamento.

Melqui (renovação) - Natural de Santa Catarina, Melqui chegou ao projeto campineiro em 2015 através da peneira e faturou o título paulista Sub-19 no mesmo ano. Na temporada seguinte, o central subiu ao time juvenil e desde então faz parte do elenco adulto. Nesta temporada deve ganhar ainda mais oportunidades com Horacio Dileo.

Otávio (alçado ao profissional) - Aos 19 anos, o central desembarcou no projeto de Campinas este ano. Ele tem passagens pela Seleção Brasileira disputando o Mundial Sub-19 do ano passado, ao lado do ponteiro Lima.  

Líberos:

Bruno Bello (renovação) - Apesar da pouca idade, 21 anos, Bello tem uma história longa no Vôlei Renata, que começou em 2013, quando iniciou sua trajetória nas categorias de base do time campineiro. Ele passou por todas divisões inferiores até chegar ao time adulto, na temporada 2017/2018.

Pedrinho (renovação) – Assim como Bruno Bello, o líbero Pedrinho entrou no projeto antes dos 14 anos e passou por todas as categorias antes de chegar no time adulto. Agora será o numero dois da posição no time de Horacio Dileo.

SAÍDAS:

Renan (oposto/ Tours VB, da França); Robinho (central/Sporting Clube Espinho, de Portugal); Luizinho (central/ Paris Volley) e Bruno Canuto (ponteiro/ Dinamo București, da Romênia); Luis Fernando Venceslau (ponteiro/Al Hilal VC, da Arábia Saudita).

foto: Marcos Ribolli/Vôlei Renata

Comentários