Superliga C ganha espaço e vira um torneio interessante no cenário nacional

Todos querem chegar a elite nacional, porém o caminho antes visto como exclusivo para equipes com grande poder econômico, hoje se torna mais viável com a presença das divisões inferiores. Equipes com orçamentos menores começam seus projetos disputando essas competições e mostrando a patrocinadores, apoiadores e torcida que podem (ai sim com mais investimentos) ingressar junto aos grandes do voleibol brasileiro.

A criação da Superliga C veio para mostrar que não apenas a Superliga, mas também a Superliga B vem dando resultado. Falta ainda muita coisa ainda, mas o que se vê é uma melhor organização tanto da Confederação Brasileira de Vôlei quanto dos clubes. A terceira divisão é um torneio curto, com sedes definidas e contando com jogos diariamente, um atrativo para equipes de vários estados do Brasil que procuram alcançar algo a mais no cenário nacional;

Em 2018, ano da criação da Superliga C, o torneio contou com a presença de sete equipes, sendo que São José Vôlei e Lavras Vôlei foram para a Superliga B e seguem firmes com seus projetos. No ano passado, com parceria envolvendo o Comitê Brasileiro de Clubes, a competição teve a presença de 17 equipes, divididas em três sedes, sendo que os classificados (Vôlei Guarulhos, Uberlândia/Gabarito/Start Química e Anápolis Vôlei) seguiram adiante para a Superliga B, com os dois primeiros (após a paralisação pelo COVID-19) confirmados recentemente na Superliga 2020/2021.

Este ano ainda não se sabe ao certo quantos clubes irão participar da Superliga C, sendo que a pandemia do COVID-19 atrapalhou muitos que gostariam de disputar a competição. Entretanto, já existe uma forte movimentação em alguns municípios, entre equipes e jogadores visando a disputa. Segundo a Confederação Brasileira de Vôlei, o torneio está previsto para acontecer entre os dias 14 e 28 de setembro. 

As inscrições terminaram no ultimo dia 14 e os interessados em sediar o evento tinham que mandar suas garantias até sexta-feira passada, sendo assim, a CBV, em breve, deve confirmar local (ou locais, depende do numero de times) e quais serão os participantes. O Espaço do Vôlei fará um apanhado do que vem por ai na Superliga C, trazendo clubes, jogadores e projetos que estarão na competição.

foto: Divulgação

Comentários

Postar um comentário