Sesi-SP: Chegadas, permanências, saídas e expectativa

A temporada 2020/2021 será de recomeço para o Sesi-SP. Um projeto que já iniciou grande em 2009 conseguiu revelar vários jogadores no cenário mundial e internacional, além de se tornar uma referência em matéria de estrutura tanto profissional quanto das categorias de base no país. Agora, em meio a questões de adequação financeira em meio a pandemia de Corona Vírus, o investimento no time profissional caiu drasticamente. Entretanto, em vez de procurarem a saída mais fácil (no caso fechar as portas) os dirigentes mantiveram a equipe, com um elenco recheado de jovens e o líbero Murilo, que está no clube desde sua fundação.

Levantadores:

Caio Nobre (renovação) – Natural de Natal, no Rio Grande do Norte, o jogador de 20 anos iniciou no voleibol na AABB/RN. Acabou indo para o Sada/Cruzeiro, onde conquistou o campeonato mineiro Sub-19 e, na sequência, na temporada 2018/2019, se transferiu para o JF Vôlei. Na última Superliga, com a camisa do Sesi-SP, foi o terceiro levantador da equipe e agora terá a oportunidade de ser titular.

Ryan Azevedo (alçado ao profissional) – Aos 19 anos, o levantador de 1.86m de altura foi recentemente campeão paulista Sub-19.  Ele tem a confiança de Marcelo Negrão, seu treinador na equipe de base, que agora será o comandante do time principal do Sesi-SP.

Opostos:

Darlan Souza (renovação) - Eleito o melhor oposto do Sul-Americano Sub-19, o jogador de apenas 18 anos e 1.90m de altura é considerado uma das grandes promessas do clube. Entretanto, o trabalho não só dentro de quadra, mas também fora dela, será fundamental sobre o atleta, que tem no seu irmão Alan (hoje titular da Seleção Brasileira), não só alguém a se espelhar, mas também uma sombra devido às comparações.

Ponteiros:

Alan Maciel (volta de empréstimo) - Natural de Pinhais, no Paraná, o ponteiro de 19 anos chegou a ter passagens pelo time adulto do Sesi-SP e na temporada passada estava emprestado ao Vôlei UM Itapetininga. Chega para com moral e pronto para ser dar um ‘passo a mais’ na carreira.

Eric Endres (renovação) – O DNA do vôlei na família Endres segue firme e a temporada 2020/2021 pode ser de maturidade para o ponteiro de 20 anos. Após disputar alguns jogos da Superliga passada com a camisa do Sesi-SP, o filho do campeão olímpico Gustavo terá mais oportunidades para mostrar que vai ‘brigar’ pelo seu espaço no time titular.

Nathan Mota (volta de empréstimo) - Bronze no Campeonato Mundial Sub-21 em 2019, o ponteiro de 1,96m também foi outro jogador emprestado ao Vôlei UM Itapetininga na temporada passada. Natural de Gramado, no Rio Grande do Sul, o jogador, que está com 18 anos, foi revelado no projeto de vôlei de Nova Petrópolis, na Serra gaúcha.

Marcus Vinicius (alçado ao profissional) – Aos 19 anos, o jogador de 1.96 de altura foi campeão paulista Sub-19. É natural de Uberaba, em Minas Gerais, e é mais um alçado ao time por Marcelo Negrão, com quem trabalhou na base.

Centrais:

Leonardo Andrade (alçado ao profissional) - Eleito melhor central do Sul-Americano Sub-19 e outro jogador que entra no time adulto com grandes expectativas. Com 2.02m de altura, o jogador de 18 anos deve ser olhando com atenção, porém cuidando para que não queime etapas.

Vinicius Elias (volta de empréstimo) - Campeão paulista Sub-19 e Sub-21, o central de 2,02m de altura chega querendo seu espaço no Sesi-SP. Ele esteve emprestado ao JF Vôlei na temporada passada, onde disputou a Superliga B. Aos 20 anos pode agora se firmar com a camisa do Sesi-SP.

Marcos Paulo (volta de empréstimo). Retornando de empréstimo do Vôlei UM Itapetininga, o jogador de 20 anos e 2,01m de altura aparece no time da Vila Leopoldina como boa opção na posição.

Líberos:

Murilo (renovação): Multicampeão com a Seleção Brasileira, com direito a prêmio de melhor jogador do mundo, Murilo é um dos grandes nomes do voleibol brasileiro e internacional. Sua mudança para a posição de líbero não diminuiu seu empenho em quadra e estar presente em um elenco recheado de garotos, mostra que também está se doando para agregar a esses jovens toda uma vivência no esporte.

Matheus Procópio (volta de empréstimo): Retornando de empréstimo ao São Bernardo, o jogador de 20 anos e 1,83m é mais um jovem revelado pelo clube paulista que busca um espaço na equipe de Marcelo Negrão.

SAÍDAS:

William (levantador/Fiat Minas); Alan (oposto/Sada Cruzeiro); Sidão (central/aposentadoria); Fábio (ponteiro/MKS Bedzin, da Polônia); Lucas Loh (ponteiro/ Cerrad Enea Czarni Radom, da Polônia); Éder (central/ Berlin Recycling Volleys, da Alemanha); Barreto (central/Vôlei Renata); Douglas Pureza (líbero/Azulim/Gabarito/Uberlândia); Alan Patrick (ponteiro/futuro indefinido); Matheus Brasília (levantador/Azulim/Gabarito/Uberlândia); Daniel Pinho (oposto/Azulim/Gabarito/Uberlândia) e Victor Birigui (ponteiro/ Vibo Valentia, da Itália)

foto: Sesi-SP/Divulgação

Comentários