EMS Taubaté/Funvic: Chegadas, permanências, saídas e expectativa

Melhor campanha da Superliga passada, o EMS Taubaté/Funvic viu a pandemia de Corona Vírus ‘apagar’ a possibilidade de um bicampeonato. Para a temporada 2020/2021, a diretoria do clube resolveu mexer, e muito, na base da equipe, trouxe dois grandes nomes do voleibol mundial, sendo um para dentro de quadra, o levantador Bruninho, e outro para fora dela, no caso o técnico argentino Javier Weber, ex-Bolívar.

Levantadores:                                               

Bruninho (contratação) - Um dos principais nomes do voleibol brasileiro, Bruno Resende chega a Taubaté para elevar o patamar do time, rumo a conquistas maiores, como o tão sonhado Mundial de Clubes. Após boas temporadas na Itália, sendo a última com a camisa do Civitanova, o levantador de 34 anos sabe da responsabilidade que terá em um período pré- Jogos Olímpicos.

Rapha (renovação) – Aos 41 anos, Rapha Oliveira irá para sua sétima temporada com a camisa do time do Vale do Paraíba. Liderança nata, o levantador tem o carinho da torcida e a admiração de dirigentes, tanto que se especula uma continuidade dele no projeto após sua aposentadoria das quadras.

Fabiano (renovação) – Indo para sua terceira temporada pelo EMS Taubaté/Funvic, o levantador de 34 anos é mais uma opção para a posição, lembrando que agora trabalhará com Weber, que atuava na posição quando era jogador, tendo inclusive conquistado títulos em solo brasileiro.

Opostos:

Felipe Roque (contratação) – Com 2,12m de atura, o canhoto Felipe Roque aparece como uma das grandes revelações do voleibol brasileiro. Com 23 anos, o oposto teve boas atuações com a camisa do Minas Tênis Clube, sendo inclusive chamado por Renan Dal Zotto para a Seleção Brasileira. Agora no EMS Taubaté/Funvic terá a missão de ser o definidor da equipe.

Gabriel Candido (contratação) – Também com 23 anos e com grande potencial, o atleta de 1.93m de altura passou por vários clubes paulistas como São Caetano, São Bernardo e Corinthians/Guarulhos, mas foi na temporada passada pelo Vôlei UM Itapetininga que chamou bastante atenção. A potência de ataque é uma das características dele.

Ponteiros:

Douglas Souza (renovação) – Aos 24 anos, o campeão olímpico em 2016 vai para sua terceira temporada no EMS Taubaté/Funvic. Mais maduro, Douglas Souza tem tudo para crescer ainda mais na temporada que está por vir, já que terá ao seu lado o levantador Bruninho, com quem atua na Seleção Brasileira, além de virar a referência na posição, com a saída de Lucarelli.

Maurício Borges (contratação) – Também campeão olímpico, o ponteiro de 31 anos tem um currículo de respeito, tendo passagens vencedoras por Minas Tênis Clube e Sada/Cruzeiro, sendo seu último clube o Sesc-RJ. Em Taubaté terá a companhia de velhos conhecidos da Seleção Brasileira, além de ser peça fundamental na linha de passe do time, que mudou consideravelmente em relação aos ponteiros.

João Rafael (contratação) – Após mais uma temporada na Europa, onde defendeu o Tours, da França, o ponteiro de 27 anos volta ao Brasil mais experiente e querendo conquistar títulos. Revelado no Minas Tênis Clube, passou ainda pelo voleibol italiano, no caso Pallavolo Molfetta e o Argos Voley/Sora, além do Sesc-RJ. Com a camisa da Seleção Brasileira conquistou a medalha de Prata nos Jogos Pan Americanos de Toronto 2015.

Vitor Yudi (contratação) – Destaque do Uberlândia na última Superliga B, o jovem de 21 anos e 1,87m de altura tem passagens pela Seleção Brasileira nas categorias de base. Vem para Taubaté para ser mais uma opção na posição, além de poder atuar como líbero.

João Franck (contratação) – Também com 21 anos, o ponteiro de 2,03m de altura apareceu muito bem na ultima edição da Superliga ao defender o Vôlei UM Itapetininga. Com destaque para o saque e o ataque, o jogador tem passagem pelo Minas Tênis Clube.

Centrais:

Lucão (renovação) – Principal nome da posição no Brasil e no mundo nos últimos anos, Lucão vai para mais uma temporada com o time paulista. Aos 34 anos voltará a reeditar a dupla vencedora com Bruninho, que além de medalhas com a Seleção Brasileira, conquistou inúmeros títulos com a camisa da Cimed, RJX e Modena, da Itália. O jogador gaúcho é um dos maiores bloqueadores da Superliga.

Maurício Souza (renovação) – Campeão olímpico, o jogador de 31 anos vai para mais uma temporada com o EMS/Taubaté Funvic. Com um saque diferenciado e um bom desempenho no bloqueio, Maurício Souza é sinônimo de segurança e frieza em quadra, dando uma boa opção para o levantador.

Riad (renovação) – Com inúmeras conquistas no voleibol nacional e italiano, Riad, atualmente com 38 anos, acabou atuando pouco nas temporadas passadas. Com personalidade foi um dos poucos atletas que foi a público reclamar dos problemas financeiros dos clubes e da ausência de ações mais rígidas para evitar meses de salários atrasados e inadimplência.

Bruno Biella (contratação) – 2,04m de altura e 21 anos, o jovem central chamou a atenção na Superliga passada quando defendeu o Vôlei Ribeirão Preto. Tem bom tempo de bloqueio e um saque para ficar de olho, sendo que agora irá ter a chance de trabalhar ao lado de grandes referências da posição.

Líbero:

Thales (renovação) – A cada temporada que passa o jogador gaúcho mostra que evoluiu muito, seja com a camisa do EMS Taubaté/Funvic ou com a da Seleção Brasileira. Mesmo com o adiamento dos Jogos Olímpicos em Tóquio para 2012, ele é um dos poucos com mais de 80% de possibilidade de estar na convocação final. A sua melhora no fundo de quadra é visível, além de já ser um dos melhores no passe.

SAÍDAS:

Lucarelli (ponteiro/Trentino, da Itália); Leandro Vissotto (oposto/Vôlei Renata), Rogerinho (líbero/Vôlei UM Itapetininga); Eduardo Carísio (levantador/Vôlei UM Itapetininga), Petrus (central/Tours, da França); Renan Bonora (ponteiro/Vôlei Renata); Matheus (ponteiro/futuro indefinido), Lipe (ponteiro/futuro indefinido) e Mohamed Al Hachdad (oposto/Jastrzębski Węgiel, da Polônia); Isbel Mesa (Zamalek, do Egito) e Symon Lima (central/Azulim/Gabarito/Uberlândia).

foto: Renato Antunes / Maxx Sports Brasil

Comentários