(Superliga) Vôlei Renata vence Pacaembu/Ribeirão Preto e se firma no 5º lugar

O Vôlei Renata foi até a Cava do Bosque e venceu o Pacaembu/Ribeirão Preto por 3 sets a 1, parciais de 25/22; 21/25; 25/17 e 25/23 pela 9ª rodada do returno da Superliga 2019/2020. Com o resultado, o time de Campinas manteve firme a 5ª colocação, agora com 35 pontos, enquanto a equipe do técnico Marcos Pacheco segue na 9ª colocação, com 19 pontos, ainda fora do G-8. 

Michel começou o primeiro set comandando as ações do Vôlei Renata. Além de ser a segurança de González no ataque, o central fechou a porta do adversário em bloqueio simples para garantir vantagem aos campineiros (8 a 6). Com sistema defensivo funcionando bem, os visitantes seguiram na frente e obrigaram os adversário a pedir tempo em novo bloqueio, desta vez com Renan (20 a 14). Ribeirão ainda tentou reagir, diminuindo a diferença, mas Michel garantiu o set para a equipe de Campinas em ataque de velocidade: 25 a 22. 

No segundo set, apesar do começo dos campineiros, com bloqueio de Luis Fernando e ace de Canuto (10 a 10), os donos da casa conseguiram imprimir um ritmo forte no serviço e logo obrigaram Horácio Dileo a pedir tempo (16 a 11). O Vôlei Renata se manteve na parcial, rodando bolas importantes com Canuto (22 a 19), mas Ribeirão deixou tudo igual fazendo 25 a 21. 

O Vôlei Renata retomou a forma no terceiro set. Defendendo e contra-atacando, o time campineiro logo pulou na frente do placar e obrigou Ribeirão e pedir tempo em jogada finalizada por Renan que começou com linda defesa de Bello (7 a 4). A partir daí, os visitantes não deram chance ao adversário com consistência no saque e volume de jogo, aproveitando as oportunidades na virada de bola. Luizinho, autor de dois aces, ampliou a vantagem (16 a 9). Com larga vantagem, os comandados do técnico Horácio Dileo abriram 2 a 1 após erro de saque do adversário: 25 a 17. 

Com o Vaccari em quadra, o time campineiro saltou na frente em bloqueio (3 a 1). A vantagem foi suficiente para o Vôlei Renata seguiu mandando na parcial. Em contra-ataque, Canuto obrigou o adversário a parar o jogo (14 a 11). Os visitantes seguiram comandando o placar. Na reta final, porém, Ribeirão chegou a encostar no placar, empatando (23 a 23). Após virada de bola de Vaccari e bloqueio de González, contudo, os comandados do técnico Horácio Dileo fizeram 25 a 23. 

“Foi um jogo tenso, mas bem jogado. A gente não queria levar a partida para o tiebreak e o quarto set acabou sendo disputado bola a bola. Agora vamos para a próxima. Domingo já tem confronto no Taquaral. Mais um jogo difícil”, comentou o central Michel Saraiva, vencedor do troféu Viva/Vôlei. O camisa 3 aproveitou a oportunidade para oferecer o prêmio ao técnico Horácio Dileo. 

“Desde a minha primeira Superliga, o Horácio é um cara que me ajuda muito. No dia-dia e nos jogos. Falei para o pessoal que quando ganhasse ofereceria o prêmio a ele. Foi hoje e deu tudo certo”, encerrou o central, que anotou 17 pontos no duelo. 

No próximo domingo, às 20h, o Vôlei Renata volta a quadra para enfrentar o América Vôlei, às 20h, no ginásio Taquaral. Já o Pacaembu/Ribeirão Preto terá pela frente o Fiat/Minas, no sábado, às 16h, na Arena JK. 

Equipes:

Pacaembu/Ribeirão Preto: Pedro Telles, Kerber, Victor Baesso, Yago, Biella, Wennder e Serginho (líbero)
entraram: Luisinho, França, Diego, Judson, Caio e Caio Oliveira
técnico: Marcos Pacheco

Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Renan, Luis Fernando Michel, Luizinho, Bruno Canuto e Bruno Bello (líbero)
entraram: Angellus, Vaccari, Mossa e Melqui
técnico: Horacio Dileo

foto: Rubens Okamoto / Pacaembu Vôlei Ribeirão

Comentários