(Superliga) Vôlei Renata vence América Vôlei e ainda sonha com G-4

No último jogo da 10ª rodada do returno da Superliga 2019/2020, o Vôlei Renata venceu o América Vôlei por 3 sets a 1, parciais de 25/20, 25/23, 23/25 e 25/23, no ginásio do Taquaral. Com o resultado, o time de Campinas chegou aos 38 pontos, ocupando a 5ª colocação, ficando apenas dois atrás do Sesi-SP. Já a equipe mineira parou nos 13 pontos e segue na 11ª posição. 

O Vôlei Renata usou o saque para abrir caminho no primeiro set. Primeiro, Renan complicou a linha de recepção adversária (5 a 3). Aos poucos, porém, o América-MG conseguiu se equilibrar e empatou o duelo (13 a 13). Foi aí que o serviço campineiro voltou a fazer diferença. Os donos da casa emplacaram ótima sequência, com direito a dois aces, com Luizinho, e abriram vantagem (18 a 13). Na reta final foi a vez de Vaccari complicar a vida dos mineiros no saque e deixar os donos do Taquaral com caminho livre para fechar (23 a 18). Coube ao ponteiro Canuto, em ataque explorando o bloqueio, a missão de garantir a parcial: 25 a 20. 

A tensão tomou conta do segundo set. O Vôlei Renata comandou a parcial desde o início. Em bloqueio de Michel, os donos da casa logo pularam na frente (10 a 8). O América-MG se manteve na cola, mas Luizinho tratou de segurar o adversário. Primeiro no bloqueio (15 a 13), depois em passagem no saque. O central engatou sequência que terminou com ace (18 a 15). Na frente, o time campineiro abusou dos erros no ataque e permitiu o empate (22 a 22). No momento decisivo, Renan apareceu no ataque e no bloqueio (24 a 22) e a equipe de Campinas fechou em erro do adversário: 25 a 23. 

O terceiro set também foi marcado pelo equilíbrio. Os visitantes começaram abrindo vantagem, mas logo o Vôlei Renata encostou no marcador em ace de Luizinho (8 a 7). Os campineiros desperdiçaram boas chances de passar na frente e o placar seguiu igual. No final, em erro dos donos da casa, o América-MG fez 25 a 23 e diminuiu a diferença. 

Assim como na parcial anterior, os campineiros começaram desconcentrados e viram o adversário abrir (5 a 1). Após pedido de tempo, Horácio Dileo reorganizou a casa e o Vôlei Renata diminuiu diferença com ace de Luis Fernando e bloqueio de Renan (14 a 13). O jogo seguiu igual e o Vôlei Renata passou na frente em outro bloqueio. Desta vez, com Michel (19 a 18). Os donos do Taquaral não deixaram o ritmo cair e abriram boa frente (23 a 19) com sistema defensivo funcionando bem. Em erro do América-MG, os comandados do técnico Horácio Dileo fizeram 25 a 23. 

“Hoje enfrentamos um pouco de dificuldade em manter o nível de agressividade no terceiro set e conseguir fechar. O time deu uma baixada na frequência e quando viu estava difícil de recuperar. Começamos a errar algumas coisas e isso acabou complicando o nosso time na partida. Mas, achei importante e equipe manter a cabeça no lugar e, mesmo com adversidade, conseguir jogar ponto a ponto e sair com a vitória”, analisou o central Luizinho, que ainda falou sobre sua boa atuação individual. 

“Tenho feito bons jogos e isso vem dando confiança e um entrosamento ainda maior com o Gonzalez, levantador com quem jogo há algumas temporadas. A confiança dele comigo ajuda e tem dias que as coisas dão certo mesmo. Destaco a importância da comissão técnica e da equipe para que isso aconteça”, concluiu Luiz Sene. 

O Vôlei Renata volta a quadra no próximo domingo, às 20h, quando encara o Vôlei UM Itapetininga, no ginásio Ayrton Senna. Já o América Vôlei joga nesta terça-feira, às 19h30min, contra o Denk Maringá Vôlei, em jogo atrasado da 9ª rodada do returno, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros. 

Equipes:

Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Renan, Vaccari, Michel, Luizinho, Bruno Canuto e Bruno Bello (líbero)
entraram: Luís Fernando, Robinho e Angellus
técnico: Horacio Dileo

América Vôlei: Rhendrick, Johansen, Pablo, Rammé, Lucas Fonseca, Renan e Lucas Bauer (líbero)
entraram: Tiago Windmoller e Gabriel
técnico: Henrique Furtado

foto: Marcos Ribolli/Vôlei Renata

Comentários