(Superliga) No tie-break, América Vôlei vence Denk Maringá Vôlei em jogo atrasado

Em jogo atrasado pela 9ª rodada do returno da Superliga 2019/2020, o América Vôlei foi melhor e, de virada, superou o Denk Maringá Vôlei por 3 sets a 2, parciais de 22/25, 21/25, 25/22, 25/20 e 15/13, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros. Com o resultado, o time mineiro permanece na 11ª posição, agora com 15 pontos, sem chances de sair do rebaixamento, enquanto a equipe paranaense fica no 10º lugar, com 20 pontos ganhos, escapando no Z-2, mas sem chances de playoffs. 

O Coelho começou a partida conseguindo equilibrar as ações, mas foi superado por parciais de 22 a 25 e 21x a 25 nos dois primeiros sets. No entanto, a equipe do técnico Henrique Furtado não se entregou e batalhou pela vitória até o fim. No terceiro set, veio a reação com vitória por 25 a 22. Em seguida, o empate na partida com parcial de 25 a 20. No tie-break, o América Vôlei triunfou em um emocionante 15 a 13. 

Apesar do resultado negativo do seu time, o ponteiro Raphael Marcarini foi o maior pontuador da partida, com 20 acertos no total e pontuando em todos os fundamentos: 18 de ataque, um de saque e um de bloqueio. E o levantador da equipe mineira, Rhendrick, foi eleito pela comissão técnica do seu time o melhor da partida e faturou o Troféu VivaVôlei. 

“Agradeço ao grupo e ao Henrique por esse prêmio. Foi um jogo difícil desde o começo. Estávamos muito inconstantes, depois fomos mais consistentes no saque e conseguimos virar o jogo. Ao longo da Superliga nosso time enfrentou altos e baixos desde. Fizemos um Mineiro muito bom, depois começamos a Superliga um pouco mal, mas nessa reta final viemos jogando melhor. Somos um time jovem e temos que mostrar um bom trabalho”, disse Rhendrick. 

Do lado do Denk Academy Maringá Vôlei, o sentimento também é de orgulho nessa reta final de fase classificatória. Segundo o experiente levantador Everaldo, o grupo que vem resistindo a um problema financeiro, por falta de repasse do patrocinador, nunca se entregou. 

“Tenho que dizer que sou muito orgulhoso de estar nesse grupo. Tenho orgulho por tudo que esses meninos estão fazendo, com todos se esforçando todos os dias. Tínhamos alguma chance de tentar uma classificação e infelizmente não deu. O físico pesa, é difícil, mas vamos para o último jogo de cabeça erguida, dar o nosso máximo”, disse Everaldo. 

As duas equipes encerram suas participações na Superliga 2019/2020 no próximo sábado, às 21h. O América Vôlei recebe o Fiat/Minas, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros, enquanto o Denk Maringá Vôlei pega a Apan/Blumenau, no ginásio Galegão. 

Equipes:

América Vôlei: Rhendrick, Johansen, Pablo, Rammé, Lucas Fonseca, Renan e Lucas Bauer (líbero)
entraram: Tiago Windmoller e Rafael Bairros
técnico: Henrique Furtado

Denk Maringá Vôlei:
Everaldo, Bertolini, Rômulo, Matheus, Raphael Marcarini, Alê e Daniel Rossi (líbero)
entraram: Ricardinho e Gabriel Franco
técnico: Alessandro Fadul

foto: Alex Sezko

Comentários