(Superliga) Fiat/Minas faz grande jogo e supera EMS Taubaté/Funvic no tie-break

Abrindo a 8ª rodada do returno da Superliga 2019/2020, o Fiat/Minas derrotou o EMS Taubaté/Funvic por 3 sets a 2, parciais de parciais 21/25, 25/20, 25/20, 27/29 e 8/15, na Arena JK, em Belo Horizonte. Com o resultado, o time mineiro manteve a 6ª colocação, com 29 pontos, enquanto a equipe do Vale do Paraíba segue na vice-liderança, com 38 pontos ganhos. 

O primeiro set começou bem equilibrado, com as duas equipes buscando boa variação de saque e tentando impor pressão à recepção adversária. A primeira parte do set foi de destaque para os ataques de ambos os lados e poucos erros. O Taubaté teve no oposto Vissotto sua principal peça no jogo ofensivo. O Fiat/Minas conseguiu abrir pequena vantagem após alguns erros dos atacantes taubateanos. A partir daí a equipe mineira administrou a vantagem. O técnico Renan Dal Zotto promoveu alterações na equipe, mas não foram suficientes para buscar a virada. O Fiat/Minas venceu o primeiro set por 25 a 21. 

O segundo set teve um começo novamente equilibrado. Os dois times apostaram mais em saques forçados, o que gerou um maior número de erros já nos movimentos iniciais. O Taubaté conseguiu impor um jogo mais agressivo, sacando bem e com os ponteiros virando bolas importantes. O Taubaté conseguiu uma sequência de ataques, ace e bloqueio importante, e conseguiu sair de 11 a 11 para 14 a 11. A partir daí os taubateanos administraram a vantagem, mantendo o bom aproveitamento de ataque e sacando bem. Sem grandes sustos, o Taubaté fechou em 25 a 20, empatando o jogo. 

O terceiro set começou com o Taubaté forçando bem o saque e abrindo vantagem nos primeiros momentos do período. O Fiat/Minas reagiu também forçando o saque e impondo bastante pressão à defesa taubateana. O jogo seguiu equilibrado a partir daí. O Taubaté se manteve à frente com ótima efetividade na recepção, passe e ataque, sem dar chances ao Minas de empatar o set. Os taubateanos confirmaram o melhor momento no jogo e fecharam por 25 a 20. 

O quarto set teve um início equilibrado com o EMS Taubaté Funvic buscando o saque forçado, e com isso cometendo mais erros. O Fiat/Minas se aproveitou e virou bolas importantes, chegando a estar à frente no placar. O Taubaté logo retomou o controle da partida, impondo um jogo bem agressivo com seus atacantes. O Minas esboçou uma reação próximo do final do set, quando conseguiu crescer no bloqueio e na defesa. O Taubaté teve chances de fechar o jogo, mas com ótimo aproveitamento no saque, o time mineiro conseguiu fechar em 29 a 27, e empatou o jogo forçando o tie-break. 

No quinto e decisivo set o domínio foi do Fiat/Minas, que conseguiu impor um jogo bem agressivo no saque e com ótima efetividade no sistema bloqueio defesa. Contando também com mais erros do Taubaté, o time mineiro logo abriu boa vantagem e administrou com tranquilidade para fechar o tie-break em 15 a 8. 

“Fizemos o primeiro turno muito abaixo do que a gente esperava e isso estava incomodando muito o nosso time. Trabalhamos forte para melhorar isso e, agora, no returno, graças a Deus, dos quatro maiores, a gente ganhou de três. Então, nos playoffs, com certeza, chegaremos fortalecidos. Hoje, o grupo foi aguerrido. Se não for assim, a gente não tira a diferença técnica dos principais jogadores do voleibol brasileiro. Não pode faltar garra, determinação e vontade. Isso nos ajudou a vencer o quarto set. No tie-break, eles vacilaram e fomos quase que perfeitos. Colocamos uma grande diferença e eles não conseguiram acompanhar mais”, avaliou o treinador Nery Tambeiro. 

As duas equipes voltam a quadra na próxima quarta-feira. O Fiat/Minas encara o Ponta Grossa Vôlei, às 19h, na Arena Multiuso, enquanto o EMS Taubaté/Funvic recebe o Sesc-RJ, às 20h, no ginásio do Abaeté. 

Equipes:

Fiat/Minas: Rodrigo, Davy, Deivid, Matheus Bispo, Lazo, Honorato e Maique (líbero)
entraram: Bernardo Westaermann, Lucas Figueiredo, Matheus Cunda e Lucas Ocampo
técnico: Nery Tambeiro

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Leandro Vissotto, Lucão, Mauricio Souza, Lucarelli, Douglas Souza e Thales (líbero)
entraram: Fabiano, Rogerinho, Eduardo Carisio, Al Hachadadi e Renan Bonora
técnico: Renan Dal Zotto

foto: Orlando Bento/MTC

Comentários