(Superliga) De virada, Pacaembu/Ribeirão Preto supera Fiat/Minas no tie-break


Abrindo a 10ª rodada do returno da Superliga 2019/2020, o Pacaembu/Ribeirão Preto derrotou, de virada, o Fiat/Minas por 3 sets a 2, parciais de 18/25, 19/25, 25/22, 25/19 e 16/14, na Arena JK, em Belo Horizonte. Com o resultado, o time paulista chegou aos 21 pontos e segue na 9ª colocação, ainda sonhando com playoffs, enquanto a equipe mineira parou nos 32 pontos, permanecendo na 6ª posição. 

A partida começou com o Fiat/Minas arrasador, forçando bem o saque e com o oposto Davy sendo a principal referencia ofensiva. Com certa tranquilidade, os donos da casa foram abrindo vantagem e fecharam o primeiro set em 18 a 25. No segundo set, os comandados de Nery Tambeiro mantiveram o mesmo ritmo, enquanto os visitantes encontravam dificuldades, tanto na recepção quanto na virada de bola. No final, vitória dos mineiros por 19 a 25. 

Com 2 sets a 0 contra, o técnico Marcos Pacheco resolveu mudar no Pacaembu/Ribeirão Preto, começando a terceira parcial com Luisinho no lugar de Pedro Telles. O jovem levantador foi fundamental para colocar o time paulista no jogo, tanto que nos momentos decisivos do set, conseguiu distribuir bem o jogo e fechar o terceiro período em 25 a 22. No quarto set, os paulistas entraram embalados, e mesmo com muita disputa, novamente conseguiram a vitória por 25 a 19, levando a partida para o tie-break. 

No quinto e decisivo set, as duas equipes trocaram pontos a todo o momento, com destaque para Davy de um lado, com 22 pontos em toda a partida, e Rodrigo Leandro do outro, com 16 pontos. No final, o duelo acabou decidido nos detalhes, cm a vitória do Pacaembu/Ribeirão Preto por 16 a 14, sendo que o levantador Luisinho, que mudou a cara do jogo, foi eleito o melhor em quadra. 

As duas equipes voltam a jogar no próximo sábado, às 21h, pela última rodada da fase classificatória. O Pacaembu/Ribeirão Preto recebe o Sesc-RJ, na Cava do Bosque, enquanto o Fiat/Minas pega o América Vôlei, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros. 

Equipes:

Minas Tênis Clube: Rodrigo Ribeiro, Lazo, Davy, Honorato, Deivid, Alejandro e Maique (líbero)
entraram: Felipe Roque, Bernardo Westermann, Ocampo e Felipe
técnico: Nery Tambeiro

Pacaembu/Ribeirão Preto: Yago, Biella, Kerber, Baesso, Pedro, Wennder e Serginho (líbero)
entraram: Rodrigo Leandro, Caio, Luísinho, Judson e Diego.
técnico: Marcos Pacheco

foto: Orlando Bento/MTC

Comentários