(Superliga) Sesc-RJ vence Vôlei Renata no tie-break e assume 3ª colocação

Com boa presença de público no ginásio do Taquaral, o Sesc-RJ venceu o Vôlei Renata por 3 sets a 2, parciais de 21/25, 25/21, 25/18, 22/25 e 12/15, pela 4ª rodada do returno da Superliga 2019/2020. Como não poderia deixar de ser, o jogo foi bastante disputado desde o inicio, mas com grande trabalho do levantador Matias Sanches, os visitantes acabaram levando a melhor, com destaque para a reação no quarto set. Com o resultado, os cariocas chegaram aos 32 pontos e assumiram a 3ª posição, enquanto o time de Campinas permanece na 5ª colocação, com 27 pontos.

O primeiro set foi marcado pelo equilíbrio. Bem organizado, o time campineiro deu trabalho ao adversário, que tentou comandar o placar. Variando entre o saque tático e o saque forçado, o Vôlei Renata superou os momentos de dificuldade e buscou a igualdade no marcador em duas oportunidades. Primeiro em ace de Vaccari (13 a 13), depois em ponto no serviço de Luizinho (21 a 21). Na reta final, no entanto, os cariocas engataram boa sequência e fecharam a parcial: 25 a 21.

Apesar do início equilibrado, o Vôlei Renata não demorou para assumir o controle do segundo set. Em largada de Renan por cima do bloqueio, os campineiros saltaram na frente do placar e obrigaram o adversário a pedir tempo (10 a 8). Fechando o espaço de ataque do Sesc na defesa, os donos do Taquaral não desperdiçaram as oportunidades que apareceram. Mesmo colocado na rede, Canuto venceu o bloqueio carioca e levantou a torcida (17 a 13). Resolvendo na virada de bola, Renan apareceu em momento decisivo para anotar ace (23 a 19). Com a vantagem, a equipe do Taquaral não teve problemas para fechar, fazendo 25 a 21 em ataque na paralela de Canuto.

O Vôlei Renata mostrou seu estilo logo no primeiro ponto do terceiro set. Com paciência, Renan atacou duas vezes antes de encontrar a melhor oportunidade para colocar a bola no chão. O time campineiro não perdeu o embalo. Novamente, a defesa campineira fez a diferença. Após segurar o ataque adversário duas vezes com Vaccari, a equipe da casa finalizou com Renan e obrigou o Sesc a pedir tempo (12 a 7).  Castigando a linha de passe carioca com saques flutuados, os comandados do técnico Horácio Dileo jogaram com velocidade pelo meio nos contra-ataques e não deram chance de reação. Luizinho e Michel combinaram para oito pontos no ataque. Os centrais apareceram bem também no bloqueio e fecharam a parcial. Primeiro, Michel segurou Flávio no simples (24 a 18), depois Luizinho parou Nath: 25 a 18.

Com direito a ace, Luizinho iniciou o quarto set mantendo o Vôlei Renata em cima do adversário (3 a 1). Os campineiros seguiram impondo dificuldade ao adversário e obrigaram pedido de tempo após aumentar a frente (10 a 7). Aos poucos, no saque, o Sesc se recuperou e passou na frente do placar (16 a 15). Na sequência, porém, Vaccari voltou a igual o jogo em ace (16 a 16). Novamente, com serviço afiado, os cariocas passaram na frente e forçaram o tie-break, fazendo 25 a 22.

No quinto set, o Vôlei Renata foi buscar a diferença no placar após começar perdendo por 4 a 1. Em bloqueio de Melqui, que entrou na vaga de Luizinho, os campineiros fizeram 9 a 8 e incendiaram o Taquaral. Na reta final, contudo, o ataque do Sesc fez a diferença e os visitantes comemoraram a vitória após anotarem 15 a 12.  

“Nossa rotina nesse mês de janeiro e começo de fevereiro foi bem corrida, com pouco treinamento e muita viagem, chegamos aqui cansados, mas conseguimos vencer hoje e essa vitória é importante para seguirmos neste caminho certo. Terminamos um jogo e já pensamos no próximo e agora é seguir forte na Superliga Banco do Brasil”, disse o central Arthur Nath.

“Começamos um pouco abaixo do que estamos apresentando, mas tivemos uma retomada a partir do segundo set, com ritmo forte de saque e contra-ataque. Não conseguimos finalizar o quarto set, quando eles voltaram a crescer no saque.  No tie-break, os detalhes acabaram decidindo e temos que parabenizar eles pelo jogo. Agora é esquecer e focar no Sada/Cruzeiro”, comentou o técnico Horácio Dileo.

O Sesc-RJ volta a quadra no próximo domingo, às 20h, diante do Fiat/Minas, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Já o Vôlei Renata pega o Sada/Cruzeiro, no sábado, às 19h, no ginásio do Taquaral.

Equipes:

Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Renan, Vaccari, Bruno Canuto, Michel, Robinho e Bello (líbero)
entraram: João Paolinetti, Angellus, Luis Fernando, Melqui e Robinho
técnico: Horacio Dileo

Sesc-RJ: Matias Sanches, Wallace, Maurício Borges, Ademar, Flávio, Gustavão e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Marlon, Daniel, Alexandre Elias, Tiago Barth e Arthur Nath
técnico: Giovane Gavio

foto: Marcos Riboli/Vôlei Renata

Comentários