(Superliga) Em principal jogo da rodada, Sesc-RJ encara o líder Sada/Cruzeiro

Pela 7ª rodada do returno da Superliga 2019/2020, o Sesc-RJ recebe o Sada/Cruzeiro, nesta quinta-feira, às 20h, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Na 3ª colocação, com 38 pontos, o time carioca busca a vitória para seguir com chances de melhorar ainda mais sua posição na tabela, enquanto os mineiros, atualmente na liderança, com 44 pontos, querem vencer para se distanciar ainda mais dos adversários. A partida terá transmissão do Globoesporte.com 

Mesmo sabendo da força do adversário, o Sesc-RJ quer surpreender e acredita na qualidade do saque para fazer a diferença na partida. O técnico Giovane Gavio acredita que existem caminhos para uma vitória carioca, ainda mais que os mineiros vem de uma maratona de jogos pelo Campeonato Sul-Americano de Clubes. Além disso, o oposto Wallace conhece como poucos o time que estará do outro lado da quadra. 

“Conheço muito bem o time deles, mas, como toda equipe, tem um ponto fraco e o deles não é diferente. Vamos tentar explorar isso ao máximo, da mesma forma que eles vão fazer com a nossa equipe. Vai ser um jogo difícil, como sempre é contra o Sada Cruzeiro, mas não impossível (...) Temos que ser bem regulares para ganhar de uma equipe como a deles, pelas qualidades que eles têm. Eles não ganham à toa. Não podemos dar mole em momento algum, nem baixar a guarda porque isso vai fazer a diferença para buscarmos a vitória. A regularidade e reduzir ao máximo o número de erros vai nos ajudar”, afirmou o oposto Wallace. 

“Acho que o Sada vai vir com mesma mentalidade de sempre. Eles jogam muito forte a partir do saque e buscam a todo momento impor o ritmo de jogo deles. Mas nós estamos jogando muito bem, fizemos um bom jogo na última rodada, com inteligência nas bolas altas e procurando fazer o ponto o mais rápido possível. Também temos grandes sacadores, e isso será importante para que a gente consiga fazer nosso jogo fluir e buscar uma vitória”, disse o levantador Matias Sanchez. 

“Vamos jogar contra uma equipe muito equilibrada, que conquistou títulos, então vem com confiança. Mas na minha opinião, não é uma equipe imbatível. Então vamos em busca de encontrar um caminho para jogar bem, equilibrar o jogo e saber definir os pontos a nosso favor no final dos sets”, disse o técnico Giovane Gavio. 

Pela segunda vez na temporada o Sada/Cruzeiro suspende as comemorações para virar a chave de volta à principal competição nacional. Em janeiro, o tetra da Copa Brasil. Agora, cinco dias depois de levantar o heptacampeonato Sul-Americano, o time estrelado volta suas atenções para a manutenção da liderança e esperando um duelo bem difícil no Rio de Janeiro. 

“Aqui no Sada Cruzeiro já estamos acostumados a disputar várias competições ao mesmo tempo, é assim há muitos anos e isso vai continuar. Demos uma pausa na Superliga depois de um jogo difícil em Campinas, mas conseguimos sair com a vitória. Conquistamos o Sul-Americano, que era um grande objetivo na temporada, e agora viramos a chave novamente”, contou o central Isac. 

“Acredito que será um jogo difícil, vamos jogar na casa do adversário contra uma equipe do topo da tabela, que briga para melhorar a sua posição e faz um confronto direto com a gente. Então vale muito para os dois times. Será uma partida em que a nossa equipe será testada mais uma vez em resiliência, em entender o jogo e valorizar momentos cruciais para fazer os pontos importantes e fechar os sets. É muito bom voltar para Superliga e de cara ter um jogo como esse, que continuará elevando o nosso voleibol. Vamos focados para buscar a vitória”, concluiu o central que é uma das referências do ataque cruzeirense. 

Equipes:

Sesc-RJ: Matias Sanchez, Wallace, Gustavão, Flávio, Ademar, Maurício Borges e Alexandre Elias (líbero)
técnico:
Giovane Gávio

Sada/Cruzeiro: Fernando Cachopa, Luan, Perrin, Facundo Conte, Otávio, Isac e Lukinha (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

foto: Marcio Mecante & Agênciai7/Sada Cruzeiro

Comentários