(Sul-Americano) Sada/Cruzeiro supera argentinos da UPCN e é heptacampeão

Com o ginásio do Riacho, em Contagem, absolutamente lotado, a torcida cruzeirense fez uma festa incrível nas arquibancadas e pode soltar com vontade o grito de heptacampeão. Na noite do último sábado, o Sada/Cruzeiro derrotou o argentino UPCN por 3 sets a 1, parciais de 25/18, 14/25, 25/19 e 25/23, na decisão do Campeonato Sul-Americano de Clubes. O time celeste, que foi campeão em 2012, 2014, 2016, 2017, 2018, 2019, e agora em 2020, conquistou também a vaga no Mundial de Clubes. 

Diante dos argentinos, o Sada/Cruzeiro teve uma partida acirrada, sofreu com o forte saque do ponteiro Lopez, porém, empurrado pela torcida, o time mineiro cresceu e se agigantou na reta final. Facundo Conte foi o maior pontuador da final pelo time cruzeirense, com 20 pontos. Ele e Otávio foram eleitos para a seleção do campeonato, ao lado do oposto Luan e do levantador Fernando Cachopa, que foi o MVP. 

“O time jogou bem, aguentou a pressão, tivemos muitos momentos difíceis, mas nos superamos e vencemos a batalha. É mais um título importantíssimo para nós, estou muito feliz, e também é mais um ano de Mundial de Clubes para a nossa equipe”, destacou o técnico Marcelo Mendez. 

“Estou muito feliz por essa conquista. Jogamos contra um time difícil, que toca em toda bola, trabalha muito bem na defesa. Mas a gente se preparou para essa partida assim, longa, brigada, e precisamos saber encarar cada adversário. Hoje soubemos jogar o que precisava para sair com a vitória”, comentou o levantador Cachopa. 

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Fernando Cachopa, Luan, Facundo Conte, Gord Perrin, Otávio, Isac e Lukinha (líbero)
entraram: Rodriguinho Leme, Evandro, Filipe e Hugo
técnico: Marcelo Mendez

UPCN: Gauna, Toro, Brajkovic, Uchikov, Lopez, Ramos e Perren (líbero)
entraram: Mateo, Morel, Nicolas, Federico e Dmytro
técnico: Fabian Armoa

foto: Agênciai7/Sada Cruzeiro

Comentários