(Superliga) Sesi-SP leva sufoco e vence Pacaembu/Ribeirão Preto no tie-break

Na abertura da 2ª rodada do returno, o Sesi-SP derrotou o Pacaembu/Ribeirão Preto por 3 sets a 2, parciais de 18/25, 25/18, 18/25, 25/16 e 12/15, na Cava do Bosque. Contando com o apoio do torcedor, os donos da casa tiveram bons momentos na partida e levaram o duelo para o tie-break. Entretanto, o ataque do time adversário, com destaque para o oposto Alan, falou mais alto no momento decisivo. Com a vitória, o clube paulistano chegou aos 30 pontos e continua na 3ª colocação, enquanto a equipe treinada por Marcos Pacheco foi aos 11 pontos e caiu para a 10ª posição.

O Sesi-SP iniciou a partida aproveitando dos erros do Pacaembu/Ribeirão Preto e com certa facilidade se distanciou no placar. Com um desempenho bem baixo no saque, os donos da casa davam pontos de graça ao clube paulistano, que foi abrindo ainda mais, aproveitando os contra-ataques. No final, com destaque para o oposto Alan, os visitantes fecharam o primeiro set em 18 a 25.

No segundo set, o Pacaembu/Ribeirão Preto reagiu, muito devido a entrada do levantador Luisinho e da boa atuação do ponteiro Rodrigo Leandro, que soube explorar o bloqueio adversário. Dessa vez, quem errava mais era o Sesi-SP, que irreconhecível em reação a parcial anterior, foi deixando os donos da casa manterem a liderança até fecharem em 25 a 18.

A terceira parcial foi de dar sono. Muitos erros dos dois lados, goteira no ginásio, o que fazia a partida ficar ainda mais amarrada, e o nível técnico cair vertiginosamente. O placar era parelho, com as duas equipes se igualando em 10 a 10, até o bloqueio do Sesi-SP aparecer, com destaque para Éder, a abrir quatro pontos de vantagem. Essa diferença foi fundamental para os visitantes manterem a frente e definirem o terceiro set em 18 a 25.

No quarto set, os comandados de Marcos Pacheco entraram muito focados e soltando o braço no saque. O Pacaembu/Ribeirão Preto dominou completamente o Sesi-SP, sendo que essa parcial acabou sendo a pior do clube paulistano em toda a temporada. Os donos da casa chegaram a abrir vantagem de 12 pontos e mesmo com as mudanças de Rubinho, os visitantes não reagiram. Com ótimas defesas do líbero Diego, o Cavalo acabou levando a parcial por 25 a 16.

O tie-break foi bastante equilibrado, com as duas equipes disputando ponto a ponto do início ao fim. Entretanto, o Sesi-SP tinha o oposto Alan, que fez a diferença nos momentos importantes, para abrir vantagem. No final, os visitantes acabaram vencendo por 12 a 15.

Agora, o Sesi-SP dá um tempo na Superliga e pensa no duelo da próxima sexta-feira, às 21h30min, diante do EMS Taubaté/Funvic, em Jaraguá do Sul, pela semifinal da Copa Brasil. Já o Pacaembu/Ribeirão Preto só retorna as quadras no dia 31, às 20h, quando enfrenta também o EMS Taubaté/Funvic, no ginásio do Abaeté.

Equipes:

Pacaembu/Ribeirão Preto:
Pedro Telles, Caio Oliveira, Yago, Rodrigo Leandro, Wennder, Biella e Diego (líbero)
entraram: Luisinho, Vitor Baesso, Judson e Serginho
técnico: Marcos Pacheco

Sesi-SP: William, Alan, Éder, Barreto, Lucas Loh, Victor Birigui e Murilo (líbero)
entraram: Matheus Brasília, Daniel e Douglas Pureza
técnico: Rubinho

foto: Rubens Okamoto/Pacaembu Vôlei Ribeirão

Comentários