(Superliga) Sesc-RJ inicia 2020 enfrentando o Pacaembu/Ribeirão Preto

Pela 11ª rodada, a última do primeiro turno, da Superliga 2019/2020, o Sesc-RJ encara o Pacaembu/Ribeirão Preto, nesta quarta-feira, às 19h30min, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Na 4ª colocação, com 21 pontos, o time carioca busca mais uma vitória para seguir firme no G-4 e mais próximo da liderança, enquanto a equipe paulista, hoje na 9ª posição, com 10 pontos, quer vencer para ingressar no G-8. A partida terá transmissão do Canal Vôlei Brasil. 

Após a parada de final de ano, o Sesc-RJ volta às quadras querendo manter o bom rendimento apresentados nas duas últimas partidas de 2019, quando bateu o até então invicto EMS Taubaté/Funvic e o lanterna Ponta Grossa Vôlei. O técnico Giovane Gávio retomou os treinamentos já nos primeiros dias do ano e espera que a pausa tenha recarregado as baterias de seus comandados. 

“Foi uma ótima parada. Deu para descansar bastante, mas já estamos trabalhando forte há algum tempo. Queremos iniciar o ano com tudo, para encerrar o primeiro turno da Superliga com um bom resultado. Tivemos algumas atuações ruins nesta primeira fase da competição, principalmente contra o Sada/Cruzeiro e Sesi-SP. Poderíamos ter levado o jogo contra o Campinas, em casa, mas no restante das partidas estivemos bem. Estamos crescendo e a expectativa é que isso se concretize neste ano. Jogando mais vezes, conseguiremos chegar ao alto padrão de jogo que queremos”, analisou o técnico Giovane Gavio. 

“Estamos focados e muito comprometidos em alcançar uma vitória nesta quarta para tentar melhorar nossa classificação na Superliga e também para garantir um melhor confronto na Copa Brasil. Mas enquanto nós buscamos nossos objetivos, nosso adversário quer se manter no G8. Sem dúvida será um jogo duro”, disse o líbero Tiago Brendle. 

Do outro lado da quadra, todos do Pacaembu/Ribeirão Preto sabem das dificuldades que será enfrentar o Sesc-RJ, ainda mais fora de casa. Entretanto, o objetivo é ingressar no G-8, nesta última rodada do primeiro turno, o que daria ao time uma vaga na Copa Brasil. Para isso, o técnico Marcos Pacheco espera ver a equipe fazendo um bom jogo, principalmente errando o mínimo possível. 

“O jogo contra o Sesc-RJ será complicadíssimo, mas a gente entra com esperança e dedicação para vencer. A gente sabe das dificuldades, sabemos do potencial do Sesc-RJ, dos jogadores e os investimentos que tem, mas a gente também tem nossos objetivos e seria muito importante para nós pontuar. A gente quer a vitória, mas o primeiro objetivo é fazer um bom jogo, apesar de ser duríssimo”, afirmou o treinador Marcos Pacheco. 

Equipes:

Sesc-RJ: Marlon Wallace, Maurício Borges, Jan Martinez, Flávio, Gustavão e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Giovane Gavio

Pacaembu/Ribeirão Preto: Pedro Telles, Caio Oliveira, Yago, Rodrigo Leandro, Wennder, Biella e Serginho (líbero)
técnico: Marcos Pacheco

foto: Marcio Mercante/Sesc-RJ & Marcos Ribolli/Vôlei Renata

Comentários