(Superliga) Com 22/20 no tie-break, Sesi-SP vira para cima do EMS Taubaté/Funvic

No encerramento da 11ª rodada e última do primeiro turno da Superliga 2019/2020, o Sesi-SP derrotou, de virada, o EMS Taubaté/Funvic por 3 sets a 2, parciais de 18/25, 22/25, 30/28, 25/19 e 22/20, no ginásio da Vila Leopoldina. Após realizar um primeiro set impecável e vencer com boa vantagem, os comandados de Renan Dal Zotto tiveram que se superar e ganhar a segunda parcial nos últimos momentos. Já no terceiro set, os donos da casa salvaram cinco match-points, levaram a melhor e ainda embalaram para vencer o quarto set. No tie-break, o time de Rubinho seguiu na mesma pegada e como destaque para a atuação de Fabio acabou fechou o jogo. Com o resultado, o clube paulistano chegou aos 25 pontos e segue no 3º lugar, enquanto o time do Vale do Paraíba segue na vice-liderança, com 26 pontos.

O primeiro set começou bastante equilibrado, com os dois times se estudando e apostando no saque tático. Melhor na defesa, o EMS Taubaté Funvic foi mais efetivo nas bolas de contra-ataque e teve nas bolas com os centrais sua principal força na primeira metade do set. O Sesi-SP cresceu na parte defensiva, mas não foi suficiente para buscar a reação. Com os ponteiros Lucarelli e Douglas Souza muito bem em quadra, o time taubateano administrou a vantagem e fechou o primeiro set em 25 a 18.

O segundo set começou com o Sesi-SP melhor em quadra, sacando forçado e tendo bom aproveitamento no bloqueio. O Taubaté tentou variar o saque e buscou as bolas de segurança com os ponteiros, mas continuou esbarrando na defesa do time da capital paulista. A reação veio efetivamente com boas passagens de Maurício e Mohamed pelo saque. Com mais volume de ataque, os taubateanos mantiveram a vantagem e fecharam em 25 a 22.

O terceiro set seguiu bem equilibrado desde os primeiros pontos. O Taubaté seguiu sacando majoritariamente forçado, buscando quebrar o passe do Sesi-SP. O time da casa variou o saque buscando tirar as opções de passe do levantador taubateano. Os dois times se alternaram na liderança, mas sem abrir grande vantagem. O final do set foi equilibrado e cheio de emoção. O Sesi-SP chegou a ter 23 a 21, mas deu chance para o Taubaté reagir. Os visitantes buscaram a virada e tiveram quatro match points. O Sesi-SP não se entregou e evitou a vitória taubateana, buscando o empate e depois de dois set points, fechou em 30 a 28.

O quarto set foi de total domínio do Sesi-SP, que sacou melhor e foi superior em praticamente em todos os fundamentos. O Taubaté cometeu muitos erros e não conseguiu fazer funcionar as armas que lhe deram as vitórias nos dois primeiros sets. O Sesi-SP manteve o bom volume de jogo, o bloqueio funcionou e se manteve à frente para fechar em 25 a 19, forçando o tie-break.

O quinto e decisivo set começou equilibrado, com os dois times variando no saque. O Taubaté voltou a se encontrar e fez um set bom, com a recepção e o passe trabalhando bem e as bolas de meio ajudando bastante. O Sesi-SP manteve o bom volume de jogo e a decisão foi nos detalhes. O Sesi-SP chegou a ter sete match points, todos salvos pelo Taubaté, que lutou muito a cada bola até o final. Apesar da entrega, o Sesi-SP errou menos nos momentos decisivos e conseguiu fechar em 22 a 20. A partida teve um total de 2h51 de duração.

“Na quadra somos adversários, mas no final somos todos amigos. Um jogo como esse, quando perdemos de 2 a 0 e depois conseguimos virar, principalmente contra uma equipe tão forte como é o EMS Taubaté/Funvic, dá uma alegria muito grande. Os dois times são muito bons e o jogo foi extremamente equilibrado. O placar mostra como foi um jogão”, disse o ponteiro Fábio.

“Quando um time tem a chance de fechar o jogo e acaba não fechando, como aconteceu com o nosso, o adversário sempre dá uma inflamada. Esse foi nosso erro ali no finalzinho do terceiro set, quando não conseguimos fechar e vencer a partida. Depois disso começamos a cometer erros bobos e colocamos eles no jogo. Contra uma equipe forte como o Sesi-SP isso não pode acontecer”, afirmou o ponteiro Lucarelli.

As duas equipes voltam a quadra no próximo sábado. O Sesi-SP encara o Ponta Grossa Vôlei, às 19h, no ginásio da Vila Leopoldina, enquanto o EMS Taubaté/Funvic pega a Apan/Blumenau, às 19h30min, no ginásio Galegão.

Equipes:

Sesi-SP: William, Alan, Éder, Barreto, Lucas Loh, Fábio e Murilo (líbero)
entraram: Matheus Brasília, Douglas Pureza e Victor Birigui
técnico: Rubinho

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Al Hachdadi, Lucão, Maurício Souza, Douglas, Lucarelli e Thales (líbero)
entraram: Leandro Vissotto, Eduardo Carísio, Renan, Lipe , Petrus e Riad
técnico: Renan Dal Zotto

foto: Amanda Demetrio/Sesi-SP

Comentários