(Superliga) Apan/Blumenau faz grande jogo e derrota Vôlei Renata no Galegão

No ginásio Galegão, a Apan/Blumenau foi para cima e venceu o Vôlei Renata por 3 sets a 1, parciais de 28/26, 20/25, 25/22 e 25/20, pela 2ª rodada do returno da Superliga 2019/2020. Em um duelo bem equilibrado, os catarinenses saíram na frente, fechando o primeiro set nos detalhes, sendo que a equipe de Campinas reagiu e venceu a parcial seguinte. Na sequência, os donos da casa pressionaram o no saque e com bom aproveitamento nos contra-ataques para vencer a partida. Com o resultado, o time de André Donegá chegou aos 13 pontos e assumiu a 8ª colocação, enquanto os comandados de Horacio Dileo pararam nos 22 pontos, mas permanecem no 5º lugar.

O equilíbrio foi a marca do primeiro set. Renan começou comandando o Vôlei Renata, com ace logo no início (3 a 1), mas os donos da casa logo igualaram o duelo e a parcial seguiu empatada, mesmo com o oposto campineiro fazendo estrago no saque e no ataque (14 a 14). Michel também apareceu para se destacar. Em bloqueio, ele colocou os campineiros na frente (16 a 15) e rodou bolas importantes. A igualdade se manteve até o final, com inversões no placar e troca de pontos. Os catarinenses, no entanto, erraram menos, fizeram 28 a 26 e saíram na frente.

O Vôlei Renata se reencontrou no segundo set. Enquanto Renan tratava de comandar o ataque, Luizinho, no bloqueio, indicava o caminho para o time campineiro complicar o adversário (12 a 11). O paredão do time visitante apareceu bem, em passagem de González pelo saque. Foram três seguidos, dois com Michel e um com Renan (17 a 13). Mesmo com a tentativa do adversário reagir, os paulistas se mantiveram no ataque e levaram a parcial depois de dois erros no ataque do adversário: 25 a 20.

Bruno Canuto deu a liderança para o Vôlei Renata no começou o terceiro set com ace (5 a 4). Os donos da casa, no entanto, engataram boas sequências no ataque e conseguiram abrir frente do marcador (19 a 15). Com paciência, em passagem de Canuto pelo saque, os campineiros diminuíram a diferença (22 a 21) e tiveram oportunidade de empatar, com o bloqueio parando o ataque adversário quatro vezes na mesma jogada, mas a Apan/Blumenau segurou a pressão, fez 25 a 22.

No quarto set, o Vôlei Renata cometeu muitos erros, especialmente, no ataque. Já os catarinenses estavam muito bem em quadra com bom trabalho no saque e no bloqueio, além de aproveitarem os erros do adversário. O oposto Franco e o central Ialisson foram um dos destaques dos donos da casa que fizeram 25 a 20.

A Apan/Blumenau só volta a quadra no dia 1º de fevereiro, às 19h, quando recebe o Ponta Grossa Vôlei, no ginásio Galegão. Já o Vôlei Renata encara no próximo sábado, às 16h, o Fiat/Minas, na Arena, em Belo Horizonte.

Equipes:

Apan/Blumenau: Evandro, Franco, Ialisson, Babu, Ricardo Jr., Daniel Muniz e Filipinho (líbero)
entraram: Felipe Santos, Kelvin, Jamelão, Dayan e Ricardo Schueroff
técnico: André Donegá

Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Renan, Vaccari, Luis Fernando, Michel, Luizinho e Bello (líbero)
entraram: Paolinetti, Bruno Canuto e Robinho
técnico: Horacio Dileo

foto: Raphael Guilherme Moser/Apan Blumenau

Comentários