(Copa Brasil) Sesi-SP derrota EMS Taubaté/Funvic e vai para a final

Na segunda semifinal da Copa Brasil, que é disputada em Jaraguá do Sul, o Sesi-SP derrotou o EMS Taubaté/Funvic por 3 sets a 1, parciais de 25/22, 12/25, 25/20 e 25/22, garantindo assim uma vaga na decisão. O grande nome da partida foi o oposto Alan, maior pontuador do duelo, com 20 acertos, e agora fica a expectativa para o confronto diante do Sada/Cruzeiro, que eliminou o Sesc-RJ. 

O primeiro set começou bem equilibrado com os dois times buscando impor pressão com o saque forçado. O EMS Taubaté/Funvic teve bons momentos nas bolas de ataque, mas o Sesi-SP encaixou ótimas sequências de saque forçado vários erros de recepção e passe pelo lado taubateano. O time de São Paulo abriu vantagem confortável e parecia que fecharia com tranquilidade. O Taubaté voltou para o jogo e conseguiu boas sequências de saque e o sistema defensivo e o bloqueio também cresceu. Os taubateanos encostaram no placar, mas não impediram a vitória do Sesi-SP por 25 a 22. 

O segundo set foi de superioridade taubateana, especialmente por conta de uma sequência impressionante de saques de Lucarelli. O jogo estava empatado em 1 a 1 quando o ponteiro foi para o saque e se manteve no serviço por nada menos que 11 pontos, fazendo o Taubaté abrir 12 a 1 com saques forçados que não deram nenhuma chance à recepção do Sesi-SP. Com larga vantagem construída pela histórica passagem de Lucarelli no saque, o Taubaté encaminhou a vitória tranquila no set por 25 a 12. 

O terceiro set foi o mais equilibrado. As duas equipes continuaram forçando bastante o saque, com ambas as equipes tendo bom aproveitamento no serviço. O EMS Taubaté Funvic manteve bom aproveitamento nos contra-ataques e com as bolas dos ponteiros. O Sesi-SP passou a variar o saque e o bloqueio trabalhou bem, fazendo a equipe paulistana abrir pequena vantagem. Cometendo mais erros, o Taubaté não conseguiu reagir e o Sesi-SP venceu o set por 25 a 20. 

O quarto set seguiu também equilibrado em seu início. O EMS Taubaté Funvic buscou maior variação no saque, tentando quebrar o passe do Sesi-SP. O time paulistano seguiu forçando bastante o saque e o sistema de defesa foi decisivo tendo maior efetividade. Virando bem os contra-ataques, o clube paulistano foi superior e mesmo esboçando uma reação na reta final do set, o Taubaté não conseguiu a virada. Vitória do Sesi-SP por 25 a 22. 

“A expectativa é de um jogão amanhã. Já é um clássico, um confronto de muitas disputas entre Sesi-SP e Sada Cruzeiro e chegamos mais uma vez na Copa Brasil e espero fazer um bom jogo. Contamos com uma arena lotada. Embora seja um ginásio de campo neutro, a torcida vai acabar escolhendo um time para torcer e independentemente disso vai ser um jogão, com certeza”, afirmou o líbero Murilo. 

“O jogo foi definido pelo saque. O primeiro set deles foi impressionante, sacaram muito. No segundo nós sacamos bem e demos o troco, e ficou claro que seria esse fundamento o ponto de decisão. Quem errou menos e teve o saque mais eficiente levou vantagem. Nós sabíamos que o jogo seria nesse nível de dificuldade, e infelizmente hoje não foi nosso dia. Agora é voltar a focar na Superliga, já que temos jogos importantes nos próximos dias”, destacou o ponteiro Lucarelli. 

A decisão da Copa Brasil ocorre neste sábado, às 20h30min, novamente na Arena Jaraguá, com transmissão do SporTV 2. 

foto: Divulgação/SECEL

Comentários