(Copa Brasil) Sesc-RJ enfrenta o Vôlei Renata no Tijuca Tênis Clube

Nesta quarta-feira, às 20h, Sesc-RJ e Vôlei Renata se enfrentam no ginásio do Tijuca Tênis Clube, pela 1ª fase da Copa Brasil. Os cariocas terminaram o primeiro turno da Superliga 2019/2020 na 4ª colocação, enquanto o time de Campinas foi o 5º colocado, sendo que o vencedor desse confronto pega quem passar de Sada/Cruzeiro e Vôlei UM Itapetininga. 

O Sesc-RJ inicia sua caminhada em busca do título inédito sabendo da dificuldade que será o confronto, já que são os clubes mais próximos na tabela. Embalado por duas vitórias em 2020, o time do técnico Giovane Gavio aposta no apoio da torcida e do fator casa para chegar a fase final da competição que ocorrerá na cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina. 

“Esse é um jogo de extrema importância dentro do nosso planejamento porque a classificação é uma meta que estipulamos para a equipe. Obviamente é um jogo que gera muitas expectativas e para nós é a confirmação que estamos num padrão ideal de jogo, dentro do que foi programado na evolução da equipe. Estamos muito confiantes, preparados, e a expectativa é altíssima. Queremos demais essa classificação”, disse o levantador Marlon. 

O Vôlei Renata chega para a disputa da Copa Brasil atravessando bom momento na temporada. Nos últimos nove jogos, o time campineiro conquistou sete vitórias, uma delas sobre o próprio Sesc-RJ, fora de casa. Em sua décima temporada, o projeto campineiro chegou à final da Copa do Brasil em duas oportunidades, em 2015 e 2016. No ano passado, os campineiros acabaram eliminados nas quartas-de-final para EMS Taubaté/Funvic. 

“É um jogo eliminatório, contra um rival muito difícil, que tem uma grande quantidade de jogadores de alto nível, inclusive de Seleção Brasileira. A gente vai ao Rio de Janeiro focado em fazer nosso jogo, tentar fazer nosso melhor e buscar a classificação. Em jogos assim, é preciso ter consciência em cada ponto e lutar por toda bola”, comentou o treinador Horácio Dileo. 

Equipes:

Sesc-RJ: Marlon, Daniel, Maurício Borges, Jan Martinez, Flávio, Gustavão e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Giovane Gavio

Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Renan, Vaccari, Luis Fernando, Michel, Luizinho e Bello (líbero)
técnico: Horacio Dileo

foto: Márcio Mercante

Comentários