(Superliga) Vôlei UM Itapetininga faz grande jogo e supera Apan/Blumenau

O Vôlei UM Itapetininga derrotou a Apan/Blumenau por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/16 e 25/18, no ginásio Ayrton Senna, pela 9ª rodada da Superliga 2019/2020. Fazendo um grande jogo, com destaque para o poder de concentração e o bom desempenho no saque, o time paulista não deu chances aos visitantes, que erraram demais, principalmente no side-out. Com o resultado, o time treinado por Peu Uehara chegou aos 10 pontos e aparece na 9ª colocação, enquanto os catarinenses pararam nos mesmos 10 pontos e caíram para a 7ª posição na tabela. 

Com bom público presente, o Vôlei UM Itapetininga começou o jogo forçado o saque e se dando bem, com destaque para Johan, que ajudou a equipe a fazer 6 a 4. Com a Apan/Blumenau errando demais, os donos da casa foram abrindo vantagem e tendo um controle maior no primeiro set. André Donegá buscava alternativas, principalmente para acertar o saque, mas o time paulista estava muito bem no side-out, sendo que no final fechou em 25 a 20 após erro de saque de Lucaian.

Logo no início do segundo set, os comandados de Peu Uehara abriram 6 a 2, seguindo com grande desempenho no saque. No bloqueio de Pedro Cardoso, o Vôlei UM Itapetininga seguia na frente com boa vantagem: 11 a 5, sendo que os catarinenses erravam demais no passe, além de tentar enfrentar o bloqueio adversário. Com destaque para o ponteiro Willian (20 pontos na partida), a equipe paulista fechou a parcial em 25 a 16, após ace de João Franck.

Fazendo uma partida quase perfeita, o Vôlei UM Itapetininga errava muito pouco em todos os fundamentos, com destaque para relação bloqueio/defesa/contra-ataque: 7 a 3. No outro lado da quadra, os catarinenses seguiam tendo dificuldades na recepção, tanto que André Donegá fez inúmeras mudanças no time-base: 11 a 7. Com a torcida empurrando e os jogadores respondendo em quadra, a equipe paulista fez 17 a 10, após ataque para fora de Jamelão. No final, após ponto de Thales, o Vôlei UM Itapetininga fechou em 25 a 18.

“A gente vinha numa crescente desde o Campeonato Paulista. Tivemos uma sequência de derrotas no inicio da Superliga, bateu duvidas, mas tudo é fruto de dedicação trabalho porque ralamos nos treinos toda semana. O mérito é todo do time, pois todo mundo jogou muito bem, sendo esse um dos melhores jogos da equipe na temporada talvez junto com o duelo contra o Vôlei Renata no Estadual”, disse o levantador Matheus Winck.

“Acho que faltou a gente jogar um pouco melhor. Não conseguimos fazer o nosso melhor. O Vôlei UM Itapetininga estava bem encaixado, mas agora temos que corrigir os erros apresentados hoje para a próxima partida”, disse o central Arthur.

O Vôlei UM Itapetininga volta a quadra no próximo sábado, às 18h, diante do Denk Maringá Vôlei, novamente no ginásio Ayrton Senna. Já a Apan/Blumenau tenta a recuperação no domingo, às 20h, contra o Sesi-SP, no ginásio Galegão.

Equipes

Vôlei UM Itapetininga: Matheus Winck, Alex, Pedro Cardoso, Willian, Thales, Johan e Gian (líbero)
entraram: João Franck, Nicomedes e Guilherme Garça
técnico: Peu Uehara

Apan/Blumenau: Evandro, Franco, Samuca, Babu, Ricardo Jr., Daniel Muniz e Filipinho (líbero)
entraram: Felipe Santos, Ricardo Schueroff, Arthur, Lucaian, Dayan e Jamelão
técnico: André Donegá

foto: Márcio Ferrari/Vôlei Itapetininga

Comentários