(Superliga) Vôlei Renata passa pelo Pacaembu/Ribeirão Preto e encosta no G-4

Contando com o apoio do torcedor no ginásio do Taquaral, o Vôlei Renata foi para cima do Pacaembu/Ribeirão Preto e venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/21 e 25/12, pela 9ª rodada da Superliga 2019/2020. Apesar da vitória em sets diretos, o time de Campinas teve trabalho para derrotar o Cavalo, sendo decisivo o trabalho do levantador Demian Gonzalez, que soube escolher bem suas jogadas nos momentos certos. O resultado fez o time de Horacio Dileo somar 16 pontos e seguir na 5ª colocação, enquanto a equipe de Marcos Pacheco parou nos nove pontos e caiu para o 10º lugar. 

O nome do primeiro set foi Renan, decisivo tanto no ataque quanto no saque. No início, ele anotou ace e colocou o time campineiro em vantagem (6 a 4). Na frente do placar, os donos do Taquaral mostraram força defensiva e obrigaram o adversário a pedir tempo após erros seguidos (12 a 8). Quando Ribeirão tentou reagir, o oposto do Vôlei Renata apareceu novamente no saque, com ace para abrir vantagem (17 a 14). Os visitantes, no entanto, cresceram e empataram o set (19 a 19). No momento crucial, Renan foi determinante. Primeiro, ele anotou ace (24 a 22) e, na sequência, veio do fundo para rodar o braço e dar a parcial para a equipe de Campinas: 25 a 23.

O segundo set começou como o primeiro, com Renan aparecendo bem. Desta vez, o oposto levantou o Taquaral em ponto de bloqueio (3 a 1). No decorrer da parcial, os visitantes foram encostando do placar, mas González tratou de resolver a parada. O levantador usou a velocidade de Vaccari no ataque para desequilibrar a partida. Com bom aproveitamento nos contra-ataques pela entrada e no meio fundo, o ponteiro abriu caminho para o Vôlei Renata (18 a 13). Equilibrado, o time da casa não teve problemas para fechar a parcial fazendo 25 a 21 em ataque de Michel.

Com dois bloqueios de Michel, o Vôlei Renata abriu boa vantagem no começo do terceiro set e obrigou o adversário a pedir tempo (4 a 0). Mesmo com Ribeirão tentando reagir, os campineiros trataram de tomar conta da partida. Em passagem de Vaccari pelo saque, o time da casa forçou o adversário ao erro e aproveitou contra-ataques com Renan para abrir larga vantagem (18 a 10). Sem deixar o ritmo cair, os donos do Taquaral fecharam a partida fazendo 25 a 12 em ace do oposto de 2,17m.

“Foi um jogo muito difícil para nós. O time vem de uma sequência pesada, com viagens, e sentiu isso. Não fomos bem nos dois primeiros sets, mas conseguimos abrir e administramos as vantagens. No terceiro, aproveitamos melhor as oportunidades e vencemos por um placar mais largo”, comentou o técnico Horácio Dileo.

As duas equipes voltam a quadra no próximo sábado. O Vôlei Renata encara o América Vôlei, às 19h, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros, enquanto o Pacaembu/Ribeirão Preto recebe o Fiat/Minas, às 17h, na Cava do Bosque.

Equipes:

Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Renan, Vaccari, Luis Fernando, Michel, Luizinho e Bello (líbero)
entraram: Paolinetti e Bruno Canuto
técnico: Horacio Dileo

Pacaembu/Ribeirão Preto: Pedro Telles, Caio Oliveira, Yago, Rodrigo Leandro, Wennder, Biella e Serginho (líbero)
entraram: Rodrigo Ruiz, Luisinho, França, Diego, Vitor Baesso e Judson
técnico: Marcos Pacheco

foto: Vôlei Renata/Divulgação

Comentários