(Superliga) No tie-break, Pacaembu/Ribeirão Preto vence Denk Maringá Vôlei

Pela 8ª rodada da Superliga 2019/2020, o Pacaembu/Ribeirão Preto venceu o Denk Maringá Vôlei por 3 sets a 2, parciais de 21/25, 25/20, 27/25, 18/25 e 15/12, na Cava do Bosque. Após um primeiro set dominado pelos paranaenses, o Cavalo foi para cima e contando com grande atuação do oposto Caio Oliveira conseguiu virar o confronto. Os visitantes reagiram e levaram para o tie-break, quando nos detalhes, o time de Marcos Pacheco levou a melhor. Com o resultado, o time paulista chegou aos nove pontos e segue na 7ª colocação, enquanto os comandados de Alessandro Fadul, agora com oito pontos, assumem o 8º lugar.

A partida iniciou equilibrada, com as equipes forçando o saque, errando bastante também, e com pouca vantagem para o Denk Maringá Vôlei: 6 a 8. Esse dois pontos de diferença foram fundamentais para a manutenção dos paranaenses na liderança do primeiro set: 14 a 16. Enquanto o Pacaembu/Ribeirão Preto buscava forçar ainda o saque, os visitantes trabalhavam mais os pontos: 17 a 19. No final, os paranaenses levaram a melhor por 21 a 25, após ataque de Rodrigo Ruiz para fora.

O segundo set começou muito parecido como anterior, onde as equipes iam trocando pontos e ninguém abria grande vantagem no placar: 8 a 8. O Denk Maringá Vôlei tinha como um dos seus destaques o ponteiro Juninho, que também era bastante caçado pelo saque adversário: 16 a 16. Na reta final da parcial, os donos da casa conseguiram virar o duelo, com grande trabalho defensivo e grande atuação do oposto Caio: 20 a 19. E no ace de Wennder, o Pacaembu/Ribeirão Preto venceu por 25 a 20.

Os visitantes começaram melhor na terceira parcial, abrindo 1 a 3, mas logo os donos da casa reagiram e empataram o confronto. O duelo era muito equilibrado, tanto que a liderança no placar mudava constantemente, sendo que no bloqueio de Rodrigo Leandro, o Pacaembu/Ribeirão Preto fez 10 a 8. O trabalho dos dois treinadores era bem interessante, com ambos parando em horas importantes, em meio a disputa acirrada em quadra: 18 a 18. No final, os donos da casa chegaram a ter 24 a 22, mas só conseguiram fechar o set em 27 a 25, após erro de passe de Juninho.

Com 2 sets a 1 contra, os visitantes não tinham outra alternativa se não ir para cima e logo abriram 4 a 6. Everaldo trabalhava bem tanto as bolas mais longas quanto as jogadas de meio, o que atrapalhou o bloqueio adversário e deixando o placar em 5 a 12. O Denk Maringá Vôlei não dava chances de reação para o time paulista, que errava demais no side-out, tanto que os paranaenses chegaram a abrir 13 a 18. No final, com bela largadinha de Juninho, os visitantes fecharam em 18 a 25.

O tie-break foi emocionante. Logo de cara, os donos da casa erram demais e o Denk Maringá Vôlei abriu 0 a 3. O oposto Alemão era bastante acionado e ajudou o time paranaense a seguir em vantagem: 3 a 7. O Pacaembu/Ribeirão Preto começou a reagir quando o contra-ataque funcionou, principalmente devido ao bom trabalho de saque, com destaque para o ace de Wennder: 10 a 11. Com muitos erros, o time de Alessandro Fadul parou e a equipe paulista aproveitou para defender muito e empurrado pela torcida fechou em 12 a 15.

“Já é a terceira partida que ganhamos no tie-break, mostramos que temos uma união muito grande e uma força muito grande. O quinto set muitas vezes se ganha na garra e não apenas na técnica e estamos mostrando muita união”, disse o central Wennder, eleito o melhor da partida.

“Eu fico muito feliz de estar ajudando o meu time, é o que eu luto e o que o nosso time tenta buscar (...) Infelizmente eles abriram boa vantagem, mas nosso grupo é muito forte e mesmo em alguns momentos não saindo o que queremos a gente consegue reverter um resultado negativo”, afirmou o oposto Caio.

“A equipe do Pacaembu/Ribeirão Preto foi muito bem hoje, foram agressivos, principalmente no contra-ataque e o nosso saque não foi como desejávamos. Tivemos nossa chance de ganhar o jogo, foi uma partida duríssima, assim como será quarta-feira diante do América. Agora é ter cabeça, ter um padrão melhor de jogo, e estamos pegando ritmo durante a Superliga, tendo paciência”, afirmou o levantador Everaldo.


As duas equipes voltam a quadra na quarta-feira. O Pacaembu/Ribeirão Preto encara o Vôlei Renata, às 20h, no ginásio do Taquaral, em Campinas, enquanto o Denk Maringá Vôlei recebe o América Vôlei, às 19h30min, no ginásio Chico Neto.

Equipes:

Pacaembu/Ribeirão Preto: Pedro Telles, Caio Oliveira, Yago, Rodrigo Leandro, Wennder, Biella e Serginho (líbero)
entraram: Luisinho, Kerber, Rodrigo Ruiz, Gabriel França e Diego
técnico: Marcos Pacheco

Denk Maringá Vôlei: Everaldo, Alemão, Renato, Juninho, Victor Hugo, Gabriel Bertolini e Fabio Paes (líbero)
entraram: Daniel Rossi, Alê, Lucas Bermurdez, Lorena, Raphael Marcarini e Rômulo
técnico: Alessandro Fadul

foto: Rubens Okamoto/Pacaembu Vôlei Ribeirão

Comentários