(Superliga) Na Cava do Bosque, Fiat/Minas supera Pacaembu/Ribeirão Preto

Na abertura da 10ª rodada da Superliga 2019/2020, o Fiat/Minas, mesmo jogando na Cava do Bosque, derrotou o Pacaembu/Ribeirão Preto por 3 sets a 2, parciais de 23/25, 21/25, 25/21, 31/29 e 13/15. Nos dois primeiros sets, os visitantes mostraram força e um dos destaques foi o oposto Felipe Roque, muito bem no ataque. Os donos da casa reagiram, com grande atuação do ponteiro Rodrigo Leandro, e empataram o duelo. No tie-break, o time de Belo Horizonte teve mais paciência e qualidade para conquistar a vitória. Com o resultado, os mineiros chegaram aos 12 pontos e assumiram a 7ª colocação, enquanto o time paulista chega aos 10 pontos e segue na 10ª posição.

No primeiro set, as equipes equilibraram forças em quadra, mas o bloqueio minastenista fez a diferença. Com cinco pontos no fundamento, o Fiat/Minas ficou em vantagem e fechou o set em 23 a 25. Já no segundo set, brilhou a estrela do ponteiro argentino Nicolas Lazo. O jogador dominou no saque e fez seis pontos no fundamento, deixando o Fiat/Minas tranquilo para fechar mais uma parcial, dessa vez em 21 a 25.

No terceiro set, novamente as equipes fizeram um jogo equilibrado nos instantes iniciais. No decorrer da parcial, o Fiat/Minas cometeu muitos erros e viu o time da casa abrir vantagem no placar. A equipe visitante tentou reagir, mas sem sucesso. A vitória ficou com o Pacaembu/Ribeirão Preto, por 25 a 21. O quarto set foi o mais equilibrado no jogo e só foi decidido na vantagem mínima. O Fiat/Minas teve três oportunidades de fechar o set, mas acabou desperdiçando. O time paulista aproveitou para virar o placar e venceu por 31 a 29.

No tie-break, o Fiat/Minas começou melhor. O levantador Rodrigo usou as jogadas de meio para colocar o time em vantagem. O jogo seguiu bem disputado, com as duas equipes buscando a vitória. No fim, o time minastenista teve tranquilidade para concluir as jogadas e, no bloqueio de Lucas Ocampo, fechou o set em 13 a 15.

“Foi um jogo difícil, abrimos 2 sets a 0, mas vacilamos. O time deles teve muito mérito e cresceu na partida. É uma equipe nova, mas com muita capacidade. Do nosso lado, acredito que estamos evoluindo desde o começo da temporada, espero que o próximo ano comece com mais vitórias”, afirmou central Deivid.

“A gente fez uma boa partida. No começo pecamos nos contra-ataques e isso prejudicou o nosso final de set. Agora durante o jogo fomos crescendo no saque, conseguimos rodar e chegar a um tie-break (...) Essa parada agora dará uma esfriada no joelho, na cabeça para voltar e encarar o Sesc-RJ”, declarou o oposto Kerber.

Após o recesso para as festas de final de ano, o Fiat/Minas retornará a quadra no dia 5, às 21h, diante do Sada/Cruzeiro, no ginásio do Riacho, em Contagem, em partida atrasada da 6ª rodada. Já o Pacaembu/Ribeirão Preto joga no dia 8, às 19h30min, contra o Sesc-RJ, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. 

Equipes:

Pacaembu/Ribeirão Preto: Pedro Telles, Caio Oliveira, Yago, Rodrigo Leandro, Wennder, Biella e Serginho (líbero)
entraram: Luisinho, Diego, Victor Baesso, Gabriel França e Kerber
técnico: Marcos Pacheco

Fiat/Minas: Rodrigo Ribeiro, Felipe Roque, Lazo, Lucas Ocampo, Deivid, Matheus Pinta e Maique (líbero)
entraram: Bernardo Westermann, Honorato e Davy
técnico: Nery Tambeiro

foto: Rubens Okamoto/Pacaembu Vôlei Ribeirão

Comentários