(Superliga) EMS Taubaté/Funvic perde set, mas vira para cima do Fiat/Minas

Na abertura da 8ª rodada da Superliga 2019/2020, o EMS Taubaté/Funvic derrotou, de virada, o Fiat/Minas por 3 sets a 1, parciais de 18/25, 25/20, 25/21 e 25/19, no ginásio do Abaeté. Mesmo perdendo seu primeiro set na competição, o time do Vale do Paraíba teve poder de reação para virar o duelo e manter a invencibilidade e a liderança, com 24 pontos. Já a equipe de Belo Horizonte, que buscou a todo momento equilibrar o jogo, parou nos sete pontos e pode deixar o G-8 ao final da rodada.

O primeiro set teve total controle do Fiat/Minas, que desde o início do jogo apostou no saque forçado que funcionou bem. O EMS Taubaté Funvic teve muita dificuldade na recepção, e ficou em desvantagem no placar ao longo de todo o set. Alguns lampejos e tentativas de reação taubateana vieram com bom trabalho do bloqueio e do ponteiro Lucarelli. Mas não foram suficientes para superar o poderoso saque do Fiat/Minas, que fechou o set em 18 a 25.

O segundo set foi mais equilibrado, com o EMS Taubaté Funvic melhor. O saque variado e o bloqueio do Taubaté foram fatores determinantes no set. As jogadas de meio com Lucão também funcionaram e a defesa cresceu no set. O Minas errou vários saques e teve bastante dificuldade na recepção. Com maior volume de jogo, o Taubaté fechou em 25 a 20.

O terceiro set começou com o Taubaté melhor, sacando variado e com a defesa trabalhando bem. Com bastante agressividade e mais concentrados em quadra, o Taubaté conseguiu abrir pequena vantagem. O Fiat/Minas não se entregou e buscou a reação, apostando no saque forçado e com o bloqueio crescendo no set. O jogo seguiu equilibrado até o final, quando o técnico Renan Dal Zotto colocou o central Petrus em quadra. Ele teve ótima passagem no serviço e com três saques flutuantes muito bem encaixados, ajudou o Taubaté a abrir vantagem e encaminhar a vitória por 25 a 21.

O quarto set começou com o EMS Taubaté/Funvic melhor, sacando forçado e aproveitando bem as bolas com os ponteiros. O oposto Mohamed entrou no jogo e foi homem decisivo no jogo. Bastante acionado pelo levantador Rapha, o marroquino foi determinante na boa atuação coletiva. A defesa teve ótimo aproveitamento e as bolas de contra-ataque ajudaram a encaminhara vitória no set por 25 a 19.

“Foi um jogo muito tenso e a vitória foi de extrema importância. Nós já sabíamos da qualidade do time do Fiat/Minas, que não havia começado bem a competição, mas foi crescendo nas últimas rodadas. No jogo de hoje eles mostraram um nível técnico excelente e nos impuseram muitas dificuldades, especialmente no primeiro set com o saque forçado. Do segundo set em diante nós conseguimos ajustar as coisas, nosso tempo de bola, diminuir nossa margem de erro e equilibrar o jogo. Não foi a nossa melhor partida, mas talvez tenha sido a vitória mais importante.”, destacou o treinador Renan Dal Zotto.

“O Fiat/Minas fez uma boa partida contra o Sesi-SP e sabíamos que esse jogo seria difícil. É uma equipe que foi se formando no decorrer da competição e chegou muito bem nessa fase. Nós tomamos alguns pontos bobos no primeiro set e isso foi bom para nós acordarmos para as outras parciais que jogamos melhor”, disse o ponteiro Lucarelli, eleito o melhor em quadra.

“Entramos fortes no primeiro set, nosso saque funcionou e tivemos uma consistência. Depois começamos a errar muito saque e o ESM Taubaté/Funvic começou a crescer na partida. Nós estamos trabalhando forte e temos que continuar buscando a evolução na competição”, afirmou o levantador Rodrigo Ribeiro.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima quarta-feira. O Fiat/Minas terá pela frente o Ponta Grossa Vôlei, às 19h30min, na Arena Minas, em Belo Horizonte, Já o EMS Taubaté/Funvic jogará com o Sesc-RJ, às 21h30min, no ginásio do Tijuca Tênis Clube.

Equipes:

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Leandro Vissotto, Lucão, Maurício Souza, Douglas, Lucarelli e Thales (líbero)
entraram: Eduardo Carísio, Al Hachdadi, Petrus e Riad
técnico: Renan Dal Zotto

Fiat/Minas: Rodrigo Ribeiro, Felipe Roque, Lazo, Lucas Ocampo, Deivid, Matheus Pinta e Maique (líbero)
entraram: Bernardo Westermann, Davy, Honorato e Matheus Alejandro
técnico: Nery Tambeiro

foto: Renato Antunes/Maxx Sports Brasil

Comentários