(Superliga) Em jogo bem equilibrado, Vôlei UM Itapetininga bate América Vôlei

Em duelo realizado no ginásio Tancredo Neves, o Vôlei UM Itapetininga venceu o América Vôlei por 3 sets a 2, parciais de 25/23, 23/25, 25/23, 18/25 e 13/15, pela 8ª rodada da Superliga 2019/2020. Com as duas equipes lutando na parte debaixo da tabela, o que se esperava era um duelo equilibrado e foi exatamente isso que aconteceu, sendo que qualquer um poderia ganhar, mas os paulistas tiveram mais qualidade para vencer o confronto. O resultado fez o time de Peu Uehara chegar aos sete pontos e segurar a 10ª colocação, enquanto a equipe mineira foi para seis pontos, mas segue no 11º lugar. 

Sem contar com Gabriel (principal pontuar da equipe na Superliga), que estava com um desconforto no abdômen, o Vôlei UM Itapetininga iniciou a partida apostando mais nas bolas com os centrais: 7 a 7. Já o América Vôlei tinha nas extremidades suas principais referência Johansen ou Pablo: 13 a 13. O que se via eram disputas ponto a ponto, com ninguém conseguindo abrir muito no placar: 18 a 18. No final, os mineiros fizeram 21 a 18, em contra-ataque de Lucas e com ataque de João Franck para fora, fez 25 a 23.

O segundo set foi bem parecido como o anterior. Alex, com apenas 19 anos, era quem substituía Gabriel e dava conta do recado, ajudando o Vôlei UM Itapetininga a abrir 8 a 11. Com mais equilíbrio na virada de bola e sendo agressivo no saque, os visitantes abriram 11 a 16, com destaque para o ponteiro Pedro. Os mineiros buscavam reagir, principalmente com Rafael Bairros: 18 a 22, mas no final, os paulistas tiveram tranquilidade para superar a pressão do adversário e devolver o 23 a 25, após ponto de Johan.

Com 1 a 1 em sets, o equilíbrio era evidente, com os treinadores tentando segurar os ânimos dos jovens em quadra, devido a ansiedade de definir as jogadas: 7 a 7. Ninguém conseguia abrir mais do que dois pontos de diferença no placar, mas também os erros de saque e de ataque eram muitos, o que fazia a partida não ter uma boa qualidade técnica e ser mais emocionante pelo seu placar: 17 a 17. Na real final, novamente a parcial foi definida nos detalhes, sendo que América Vôlei chegou a ter 24 a 21, mas só foi confirmar o set em 25 a 23, após Johansen explorar o bloqueio.

O quarto set iniciou com o Vôlei UM Itapetininga jogando melhor e conseguindo abrir 7 a 10, com destaque para o ponteiro Pedro (18 pontos em toda a partida). O América Vôlei errava demais no saque e não conseguia reagir, muito devido ao bom desempenho de defesa do adversário: 12 a 16. Com os mineiros desconcentrados em quadra, os comandados de Peu Uehara foram administrando o resultado: 17 a 22, e com um saque para fora de Rafael Bairros, fecharam em 18 a 25.

No tie-break, o América Vôlei entrou com tudo e logo no inicio colocou 5 a 2 no placar, com destaque para a distribuição de Rhendrick. Entretanto, os visitantes aproveitaram alguns erros do adversário e no forte bloqueio para empatar o duelo 6 a 6. O duelo, como não poderia deixar de ser, acabou sendo emocionante, com cada ponto sendo bastante disputado: 11 a 9. O Vôlei UM Itapetininga conseguiu empatar em 13 a 13 e com bloqueio de Alex, além de um contra-ataque de Pedro, a equipe paulistas fechou em 13 a 15.

“Foi um jogo muito nervoso, as duas equipes muito jovens, de atletas com muito potencial, que estão buscando seu espaço. Hoje conseguimos superar momentos difíceis, sendo que no tie-break estávamos com 0 a 4 e reagirmos. Pela qualidade deles, eles rodaram muitas bolas, mas acho que estávamos merecendo ganhar pelo que estamos trabalhando”, disse o técnico Peu Uehara.

“Terceiro tie-break, terceira derrota. O adversário jogou bem e acabamos não aproveitando as oportunidades que tivemos. E esse campeonato não pode ter esse tipo de erro. O negócio é levantar a cabeça e ir para a próxima”, afirmou o técnico Henrique Furtado.


As duas equipes voltam a quadra na próxima quarta-feira. O Vôlei UM Itapetininga encara a Apan/Blumenau, às 20h, no ginásio Ayrton Senna, enquanto o América Vôlei pega o Denk Maringá Vôlei, às 19h30min, no ginásio Chico Neto.

Equipes:

América Vôlei: Rhendrick, Johansen, Pablo, Rammé, Lucas Fonseca, Renan e Lucas Bauer (líbero)
entraram: Kachel, Tiago Windmoller e Rafael Bairros
técnico: Henrique Furtado

Vôlei UM Itapetininga: Nicomedes Alex, Pedro Cardoso, Willian, Thales, Johan e Gian (líbero)
entraram: Mateus Winck, João Franck e Guilherme
técnico: Peu Uehara

foto: Alex Sezko

Comentários