(Superliga) Denk Maringá Vôlei bate América Vôlei e se firma dentro do G-8

Jogando no ginásio Chico Neto, o Denk Maringá Vôlei derrotou o América Vôlei por 3 sets a 1, parciais 25/18, 26/24, 22/25 e 25/20, pela 9ª rodada da Superliga 2019/2020. Em um duelo bastante equilibrado acabou vencendo quem teve mais tranquilidade nos momentos decisivos dos sets e errou menos, no caso a equipe da casa. Com o resultado, o time paranaense chegou aos 11 pontos e aparece na 6ª colocação, enquanto os mineiros pararam nos seis pontos e seguem na 11ª posição.

O Denk Maringá Vôlei começou a partida soltando o braço e logo abrindo 3 a 1, sendo que em um bom ritmo de jogo fez 11 a 7. O América Vôlei tinha como desafogo ofensivo o oposto Johansen, porém a diferença no placar seguia grande e os donos da casa administraram isso em quadra: 16 a 12. Com bom desempenho no saque e qualidade no bloqueio, o time paranaense fez 25 a 18, após ataque de Alemão pela saída de rede.

O segundo set iniciou equilibrado, com os mineiros conseguindo controlar o saque adversário e não enfrentando o bloqueio: 6 a 5. O Denk Maringá Vôlei caiu um pouco de rendimento do side-out, tanto que o América Vôlei chegou a frente do placar: 14 a 15. Entretanto, os comandados de Henrique Furtado acabou errando em alguns detalhes, principalmente no ataque e no passe, o que fez os paranaenses abrirem 22 a 20. No final, muito equilíbrio e vitória dos donos da casa por 26 a 24, após ponto de Renato.

Com 2 sets a 0 contra, o América Vôlei foi para o tudo ou nada, arriscando no saque e se dando bem: 6 a 7. Com Rammé e Pablo sendo mais acionados, os visitantes conseguiram abrir boa vantagem: 11 a 16 e na sequência seguraram a pressão adversária, já que Everaldo tentava colocar os paranaenses de volta ao jogo: 13 a 17. No final, o Coelho tinha 20 a 24, mas muito ansioso só fechou a parcial em 22 a 25, após saque para fora de Everaldo.

No quarto set, o que se viu foram as duas equipes trocando pontos no inicio, com muitos erros de saque e ataque: 8 a 8. A partida era bastante equilibrada, mas os erros seguiam de ambos os times: 14 a 14, sendo que o América Vôlei ‘brigava’ em todos os pontos, sabendo da necessidade de ganhar a parcial: 18 a 18. No final, Bertolini foi para o saque e fez a diferença para o Denk Maringá Vôlei, desestabilizando os mineiros que acabaram perdendo por 25 a 20, após saque para fora de Rhendrick.

“Sabíamos que não seria um jogo fácil, e não foi, mas conseguimos a vitória (...) Eu fui feliz na sequência de saque. Temos feito muitos treinos com o sistema de radar de velocidade, e isso é mérito de todos. Pra finalizar o ano teremos mais um grande jogo fora de casa, mas queremos buscar mais uma vitória”, afirmou o central Bertolini.

“Foi um duelo equilibrado, o time deles subiu o nível de agressividade no saque e isso ficou difícil, com destaque para o Bertolini que fez a diferença. Quando tivermos o passe quebrado acabamos perdendo os outros sets. Agora foi uma partida bonita e fico feliz pela entrega dos jogadores (...) Temos um compromisso importante contra o Vôlei Renata e depois desse duelo daremos folga para recuperação. No dia 2 voltamos para seguir nesta forte Superliga”, declarou o técnico Henrique Furtado.

As duas equipes voltam a quadra no próximo sábado. O Denk Maringá Vôlei encara o Pacaembu/Ribeirão Preto, às 17h, na Cava do Bosque, enquanto o América Vôlei recebe o Vôlei Renata, às 19h, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros.

Equipes:

Denk Maringá Vôlei: Everaldo, Alemão, Renato, Juninho, Victor Hugo, Gabriel Bertolini e Fabio Paes (líbero)
entraram: Daniel Rossi, Raphael Marcarini, Rômulo, Lucas Bermudez e Lorena
técnico: Alessandro Fadul

América Vôlei: Rhendrick, Johansen, Pablo, Rammé, Lucas Fonseca, Renan e Lucas Bauer (líbero)
entraram: Kachel, Tiago Windmoller, Gabriel e Rafael Bairros
técnico: Henrique Furtado

foto: Fernando Teramatsu/Resenha Comunicação

Comentários