(Superliga) Sada/Cruzeiro vira para cima do Pacaembu/Ribeirão Preto

Pela 1ª rodada da Superliga 2019/2020, o Sada/Cruzeiro saiu perdendo, mas virou para cima do Pacaembu/Ribeirão Preto fazendo 3 sets a 1, parciais de 30/28, 21/25, 16/25 e 14/25 e na Cava do Bosque. Com a torcida apoiando bastante, o time paulista foi para cima e com grande atuação de Yago venceu o primeiro set, mas logo a equipe celeste tomou conta do jogo e com muito volume de Fernando Cachopa virou o placar. 

O Pacaembu/Ribeirão Preto começou muito bem no primeiro set, com um bom trabalho no saque, enquanto o Sada/Cruzeiro cometeu muitos erros, e ainda contou com dois saques duvidosos, com a bola na linha adversária e a arbitragem marcando fora. No final, muita disputa e com boas atuações de Yago e Pedro Telles, os donos da casa venceram por 30 a 28. No segundo set, os mineiros tiveram mais tranquilidade no side-out e com Fernando Cachopa apostando bastante nas jogadas rápidas com Isac venceram por 21 a 25.

O terceiro e quatro sets foram os mais tranqüilos da partida. O Pacaembu/Ribeirão Preto não conseguiu mais manter o ritmo apresentado nas parciais anteriores, tendo problemas ofensivos e sofrendo com o saque adversário. Com o oposto Luan no lugar de Evandro, os comandados de Marcelo Mendez conseguiram abrir boas vantagens, com destaque para o trabalho de bloqueio (17 pontos na partida). No final, com o canadense Gord Perrin fazendo 13 pontos, o Sada/Cruzeiro fechou o duelo com 16 a 25 e 14 a 25.

“Jogo de estreia é sempre um pouco tenso e isso é normal. O Ribeirão Preto é um time muito novo e eles começaram dando trabalho pra gente, e nós sofremos um pouco no começo, porque eles estavam sacando muito bem. Depois conseguimos melhorar e fomos colocando nosso ritmo. Estou muito feliz com a vitória e o meu papel é esse, é estar bem para dar este suporte quando o time precisar. Agora é seguir em frente, o campeonato é longo e o próximo jogo já é na nossa casa, diante da nossa torcida, e temos que trabalhar muito”, afirmou o oposto Luan.

“Foi um jogo difícil. Acredito que no decorrer da competição nosso time vai evoluir para confrontar grandes equipes como o Sada Cruzeiro, que é um dos favoritos ao título. Nós podemos mais, principalmente dentro do nosso ginásio”, afirmou o líbero Serginho.

O Sada/Cruzeiro volta a quadra na próxima sexta-feira, às 19h, contra o América Vôlei, no ginásio do Riacho, em Contagem. Já o Pacaembu/Ribeirão Preto terá pela frente o Sesi-SP, no domingo, dia 17, às 20h, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo.

Equipes:

Pacaembu/Ribeirão Preto: Pedro Telles, Caio Oliveira, Yago, Vitor Baesso, Wennder, Judson e Serginho (líbero)
entraram: Luisinho, Diego, Rodrigo Ruiz, Rodrigo Silva e Willian Kerber
técnico: Marcos Pacheco

Sada/Cruzeiro: Fernando Cachopa, Evandro, Perrin, Conte, Isac, Otávio e Lukinha (líbero)
entraram: Luan, Rodriguinho, Filipe e Hugo
técnico: Marcelo Mendez

foto: Rubens Okamoto/Pacaembu Vôlei Ribeirão

Comentários