(Superliga) No reencontro com o Taquaral, Vôlei Renata encara Apan/Blumenau

Em partida válida pela 2ª rodada da Superliga 2019/2020, o Vôlei Renata encara a Apan/Blumenau, neste sábado, às 18h, no ginásio Taquaral. As duas equipes perderam na estreia, sendo que o time de Campinas foi superado pelo Denk Maringá, fora de casa, enquanto os catarinenses foram derrotados pelo EMS Taubaté/Funvic, no interior paulista. A partida terá transmissão do Canal Vôlei Brasil. 

A derrota no Paraná por 3 sets a 1 foi um balde de água fria no Vôlei Renata, mas a possibilidade de atuar em seus domínios logo na rodada seguinte garante um novo ânimo, pois o time venceu seis dos setes jogos que disputou no Taquaral nesta temporada. O último jogo dentro de casa foi a final do Campeonato Paulista no último dia 31 de outubro contra o EMS Taubaté/Funvic, que levou a melhor por 3 sets a 2, o que deixou a prata com a equipe do técnico Horácio Dileo. 

“Foi uma semana de preparação intensa, não só para esta partida, mas também para a sequência que teremos pela frente. Serão muitos jogos, em espaço curto de tempo. Fizemos ajustes e acertos para melhorar nosso desempenho. A começar por esse jogo”, comentou o central Luizinho, lembrando a sequência contra Fiat/Minas e Sesc-RJ, nos dias 21 e 23, respectivamente. 

“Sabemos que somos fortes dentro de casa e vamos com tudo para tentar fazer valer essa vantagem. Impor nosso ritmo é o mais importante. E por consequência aproveitar a torcida que sempre comparece para nos apoiar e fortalecer nosso espírito de jogo”, acrescentou o camisa 10, que vê além da vitória sobre a Apan/Blumenau a necessidade do Vôlei Renata reencontrar seu melhor jogo. 

“É importante voltarmos a jogar bem. Em primeiro lugar, temos mostrar a verdadeira cara da nossa equipe, depois pensar no resultado. Sabemos que em um torneio como a Superliga, cada ponto é importante, mas que pra isso acontecer precisamos voltar a apresentar o nosso melhor jogo”, encerrou. 

Pelo lado da Apan/Blumaneu, a derrota no Abaeté para o atual campeão não é nada anormal, mas todos acreditam que a equipe precisa e pode render mais do que apresentado na última quarta-feira, principalmente nos dois primeiros sets, quando a equipe sentiu a pressão do adversário. Com a saída da ansiedade em relação a estreia, a expectativa, apenas de atuar novamente fora de casa, é de realizar um jogo mais consistente de bom desempenho no saque e com mais qualidade no side-out. 

“Estamos treinando há dois meses, tivemos o Estadual, os JASC, e vencemos um amistoso contra o Sesc-RJ. A equipe está mostrando que tem potencial para fazer uma ótima Superliga e a gente sabe disso”, afirmou o central Iallison ao jornal O Município, de Blumenau. 

Equipes:


Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Renan, Luis Fernando, Canuto, Michel, Luizinho e Bello (líbero)
técnico: Horacio Dileo

Apan/Blumenau: Evandro, Franco, Iallisson, Samuca, Lucaian, Daniel Muniz e Dayan (líbero)
técnico: André Donegá

foto: Marcos Ribolli/Vôlei Renata & Raphael Guilherme Moser/Informe Comunicação

Comentários