(Superliga) Em jogo decido no tie-break, Fiat/Minas bate Denk Maringá Vôlei

Em partida atrasada da 2ª rodada da Superliga 2019/2020, o Fiat/Minas derrotou o Denk Maringá Vôlei por 3 sets a 2, parciais de 24/26 , 25/23, 22/25, 25/22 e 18/16, em seu primeiro jogo na Arena Minas. O duelo foi bastante disputado, sendo que nenhum dos períodos foi ganho de maneira fácil pelas equipes. Errando menos e tendo um ótimo aproveitamento no bloqueio, o time mineiro acabou levando a melhor e chegando a seis pontos, assumindo a 5ª colocação, enquanto os paraenses foram aos quatro pontos, aparecendo no 8º lugar. 

A partida iniciou com as equipes soltando o braço e os ataques levando vantagem e no ace de Juninho, os visitantes fizeram 3 a 5. Essa vantagem se manteve após erro de recepção do Fiat/Minas e em mais um ace, desta vez de Renato, o placar era de 7 a 10, obrigando Nery Tambeiro a pedir tempo. Os donos da casa seguiam errando na recepção, o que fazia o time paranaense abrir frente: 8 a 12. Os mineiros melhoraram no passe e conseguiram encostar no marcador: 14 a 16 e após boa sequência de saque de Davy, deixaram tudo igual: 19 a 19. Com Lorena em quadra, os paranaenses seguraram a pressão e fizeram 19 a 21, sendo que no final, com muita disputa, conquistaram a vitória por 24 a 26.

O segundo set começou bastante equilibrado, com as duas equipes errando demais no saque e ninguém conseguiu abrir no placar: 7 a 7. O Fiat/Minas, após bom trabalho nos contra-ataques e aproveitando os erros do adversário conseguiu fazer 14 a 11, com destaque para o saque de Matheus Pinta. O Denk Maringá Vôlei não desistiu e com boa atuação do oposto Alemão conseguiu igualar o placar: 16 a 16, porém após mais um erro de passe, o bloqueio do Fiat/Minas funcionou para fazer 18 a 16 e na sequência, com outro bloqueio foi para 20 a 16, obrigando Alessandro Fadul a parar o jogo. Os paranaenses reagiram e encostaram: 22 a 21 e após muita disputa, o central Deivid fechou para o Fiat/Minas em 25 a 23.

O terceiro set prometia ser muito disputado e ele foi tanto dentro quanto fora de casa, em meio a reclamações sobre pontos e provocações na rede. O Fiat/Minas tinha como destaque o oposto Davy: 6 a 4 e essa vantagem terminou no momento que o Denk Maringá Vôlei encaixou mais o saque e aproveitando um ‘dois toques’ virou o placar: 9 a 10. O duelo era bem equilibrado, com as equipes trocando pontos: 14 a 13, e rallys interessantes, com destaque para o belo ponto de Alemão: 14 a 16. O Fiat/Minas errava demais no side-out, enquanto o saque dos paranaenses entrou e com destaque para uma bola de segunda de Everaldo o placar era de 17 a 21. No final, o Denk Maringá Vôlei, com direito a ace, administrou a parcial e fechou em 22 a 25.

O Fiat/Minas iniciou o quarto set com tudo e com destaque para o central Matheus Pinta, com direito a ace, abriu 8 a 4. O Denk Maringá Vôlei parecia desconcentrado em quadra, mas após parada de Alessandro Fadul, o time se reencontrou e no bloqueio de Alemão encostou no placar: 8 a 7. Entretanto, após ponto polêmico, com direito a revisão de imagem, os donos da casa voltaram a dominar a parcial e abriram 12 a 7. Os comandados de Nery Tambeiro mantiveram o ritmo e foram abrindo no placar: 16 a 11 e com os paranaenses errando demais, a parcial chegando ao seu momento decisivo: 19 a 15. No final, os visitantes pressionaram: 22 a 20, mas o Fiat/Minas ficou com a vitória por 25 a 22, após ataque de Lucas.

O tie-break começou com o Fiat/Minas encaixotando Lorena no bloqueio e na sequência o Honorato jogou direto para fora uma bola considerada fácil: 1 a 1. Como foi em toda a partida, no quinto set não poderia ser diferente, com cada ponto sendo muito disputado e no bloqueio de Everaldo, o Denk Maringá Vôlei abriu 3 a 5, mas no contra-ataque, com Matheus Pinta, tudo ficou igual: 6 a 6. O Fiat/Minas mostrou que o bloqueio iria fazer a diferença e logo colocou 9 a 6, mas os paranaenses reagiram e também no mesmo fundamento encostaram no placar: 10 a 9. Em grande jogada do líbero Daniel, com ponto de Raphael, o Denk Maringá virou para 10 a 11, e no bloqueio simples de Alemão o jogo ficou 10 a 12. Após mais um lance polêmico, envolvendo uma bola por fora da antena, o placar foi para 12 a 12. No final, muita disputa, com cada equipe tendo chance de fechar o duelo e a vitória indo para o Fiat/Minas por 18 a 16, após ponto de Honorato.

“O time estava precisando muito de uma vitória em casa. Maringá é um time muito forte e o nosso grupo precisava de um jogo como esse. Nosso jogo está começando a fluir e pouco a pouco vamos jogando da forma como queremos e do jeito como estamos trabalhando nos treinos”, disse o ponteiro Lucas Ocampo.

“Toda vitória é importante. Esse é um campeonato longo e é importante somar pontos. Viemos de um jogo que não fomos bem e hoje estávamos com dois jogadores sem condição de jogo, o Lazo e o Matheus, além do Roque, que ficou afastado na última partida por um problema no olho, e hoje não estava bem ainda. Foi uma superação. Essa é uma equipe jovem, que está crescendo junto com a competição e tenho certeza que lá na frente esse time vai encantar”, afirmou o técnico Nery Tambeiro.

“Foi uma boa partida, difícil como imaginávamos. Criamos oportunidades de fechar a partida e em um erro de escolha perdemos a chance de matar. Eles não erraram e fecharam. Hoje conseguimos pressionar o adversário, fizemos, sim, uma boa partida, mas as nossas escolhas atrapalharam o resultado final. Claro que gostaríamos de sair de quadra com a vitória, mas deixamos escapar”, explicou o treinador Alessandro Fadul.

O próximo compromisso do Fiat/Minas será no sábado, às 21h30min, quando receberá o Sesc-RJ, novamente na Arena Minas. Já o Denk Maringá Vôlei voltará a jogar no mesmo dia, às 18h30min, enfrentando o Sesi-SP, no ginásio Chico Neto.

Equipes:

Fiat/Minas: Rodrigo Ribeiro, Davy, Lucas Ocampo, Honorato, Deivid, Matheus Pinta e Maique (líbero)
entraram: Felipe Roque, Lucas, Edson e Bernardo
técnico: Nery Tambeiro

Denk Maringá Vôlei: Everaldo, Alemão, Renato, Juninho, Victor Hugo, Gabriel Bertolini e Fabio Paes (líbero)
entraram: Daniel, Lorena, Lucas Bermudez, Rômulo, Alê e Raphael Marcarini
técnico: Alessandro Fadul

foto: Orlando Bento/MTC

Comentários