(Superliga) Em duelo de invictos, Sesc-RJ e Vôlei UM Itapetininga jogam no RJ

O Sesc-RJ recebe o Vôlei UM Itapetininga, neste sábado, às 21h, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, pela 2ª rodada da Superliga 2019/2020. As duas equipes chegam para o confronto após boas vitórias em suas estreias, sendo que os cariocas bateram o América Vôlei, em Montes Claros, e a equipe paulista derrotou o Fiat/Minas, no ginásio Ayrton Senna. A partida terá transmissão do Canal Vôlei Brasil. 

Nem um jogo pode ser considerado fácil, porém o Sesc-RJ não encontrou dificuldades para fazer 3 a 0 na rodada inaugural, no interior mineiro. Agora, mesmo atuando em casa, a expectativa é de uma partida mais complicada, ainda mais que o adversário vem de excelente vitória na estreia. O técnico Giovane Gavio deve iniciar o confronto com o experiente levantador Marlon em quadra, sendo que ele acabou entrando alguns minutos no último domingo devido a desconfortos musculares. 

“Vai ser nossa estreia em casa, contra uma equipe que vem jogando bem e conseguiu um bom resultado na primeira rodada. O Peu (Uehara) é um grande amigo que o vôlei me deu e nos conhecemos bastante. É um estrategista, tem uma forma de pensar muito detalhada sobre os adversários e com certeza teremos um desafio grande pela frente. Primeiro pelo fato de o time estar jogando bem e também por sabermos que vamos estar bem marcados. Mas, do nosso lado há a alegria de estar começando uma temporada nova, estar em casa e, sem dúvida, quem ganha com tudo isso é o torcedor”, disse o técnico Giovane Gavio.

“Teremos do outro lado um time de jovens talentos, que jogará sem a responsabilidade da vitória, que é nossa. Além disso, eles contam com um treinador que conhece muito bem o Sesc-RJ, pois trabalhou aqui até o ano passado. Mas contamos com um time muito experiente, com jogadores que sobressaem em momentos de pressão. Sabemos que passaremos por isso em muitos jogos, mas precisamos suportar bem essa responsabilidade e passar a pressão para o outro lado”, analisou o central Gustavão.

Pelo lado do Vôlei UM Itapetininga, a boa vitória sobre o Fiat/Minas por 3 sets a 0 deu ainda mais animo ao time que fez excelente campanha no Campeonato Paulista, sendo inclusive semifinalista. O técnico Peu Uehara sabe que tem nas mãos um elenco bem jovem e que precisa fazer seus atletas jogarem no máximo para conseguirem superar adversários do porte do Sesc-RJ. O levantador Mateus Winck, que fez o time rodar bastante e quase anular o bloqueio do Fiat/Minas (apenas quatro pontos em toda a partida), é de se ficar de olho. 

“Jogo muito difícil, contra um time que conta com atletas de seleções. Vamos tentar dificultar o passe deles e esperamos que nossos atletas consigam manter um nível de jogo, independentemente do nível que nosso adversário apresentar que, com certeza, será bem alto. Se conseguirmos equilibrar vai ser sensacional”, afirmou o treinador do Vôlei UM Itapetininga. 

Equipes:

Sesc-RJ: Marlon, Wallace, Maurício Borges, Jan Martínez, Flávio, Gustavão e Alexandre Elias (líbero)
técnico: Giovane Gavio

Vôlei UM Itapetininga: Mateus Winck, Gabriel, Pedro Cardoso, Willian, Thales, Johan e Gian (líbero)
técnico: Peu Uehara

foto: Caio Rocha & Vôlei UM/Divulgação

Comentários