Riad é anunciado pelo EMS Taubaté/Funvic e ‘solta o verbo’ sobre o Botafogo

O central Riad foi anunciado, esta semana, como o mais novo reforço do EMS Taubaté/Funvic para o restante da temporada 2019/2020. Aos 38 anos, o jogador de 2,05m de altura retorna ao time do Vale do Paraíba, onde atuou na temporada 2015/2016, porém chega após ver o Botafogo encerrar seu projeto em meio a decisões da diretoria e falta de investimento, 

Com passagens vencedoras por vários clubes brasileiros, como Ulbra, Unisul, RJX, Sesi-SP, além de italianos, com destaque para as três temporadas com a camisa do Trentino, Riad vem nos últimos anos sendo uma voz bastante ativa em relação ao descaso dos clubes com os jogadores, em relação a atraso de salários e promessas na cumpridas pelos dirigentes. 

Nas redes sociais, o central, que também foi um dos atletas prejudicados no caso envolvendo o Corinthians-Guarulhos, falou sobre o sentimento que tem a respeito do que aconteceu no Botafogo. Ele chegou ao clube alvinegro como um dos reforços para disputar a elite nacional, algo que o time adquiriu após ser campeão da Superliga B, porém, na semana passada, tudo acabou. 

“Neste sábado, dia 09/11/2019, deveria ser a nossa estréia na Superliga. Mas, infelizmente, isso não acontecerá. Este ginásio (Oscar Zelaya) que é uma das maiores testemunhas de um trabalho de cinco anos de luta e de muito suor para chegar ao maior campeonato de voleibol do nosso país, estará assim. Vazio e com as luzes apagadas. Sem a presença dos milhares de torcedores apaixonados pelo Botafogo que durante todos esses anos, lutaram juntos com os jogadores e comissão técnica que aqui passaram para que esse sonho pudesse se tornar realidade. Mas não será possível. Chegou ao fim. Chegou ao fim por culpa do presidente e dos diretores irresponsáveis e incompetentes que destruíram o nosso sonho. Vcs não merecem estar no Botafogo! O que vcs fizeram com a gente foi uma covardia! Foi desumano! Espero que vocês saiam do Botafogo o mais rápido possível e não voltem nunca mais! Para o bem do clube, do vôlei e todo esporte nacional! Fica aqui a minha indignação e tristeza! Mas fica também o meu agradecimento a todos os jogadores e comissão técnica que durante esses quatro meses sem receber, se dedicaram todos os dias, honraram e respeitaram muito a camisa, as cores e a estrela deste grande clube! Acreditando no sucesso dessa equipe e desse grupo fantástico! A vocês, todo meu respeito, minha admiração e meu muito obrigado”, escreveu Riad. 

foto: Gisa Alves/Divulgação

Comentários

  1. O projeto do Botafogo para Super Liga já nasceu morto devido as atitudes de seus dirigente e treinador também, pois acertaram com jogadores, enviaram email fechando acordo, sendo que o treinador no caso que estou a par negociou diretamente com o jogador via email e telefone, depois contratou outro e não teve a hombridade de entrar em contato com o mesmo para prestar os devidos esclarecimentos, muito pelo contrário se escondeu, lamento imensamente pelos jogadores e alguns membros da comissão técnica, mas não pelos dirigentes e treinador que mostraram falta de caráter.

    ResponderExcluir

Postar um comentário