(Paulista) Vôlei Renata vence Itapetininga, domina Golden Set e está na final

Foi uma batalha que começou na segunda-feira, terminou nesta terça-feira e teve final feliz para o Vôlei Renata. O time campineiro carimbou a vaga na final do Campeonato Paulista – Divisão Especial ao fazer sua parte derrotando o Vôlei UM/Itapetininga por 3 sets a 1, parciais de 25/18; 22/25; 25/18 e 25/14 e repetindo a dose no Golden Set, vencendo por 25 a 19, no jogo de volta da semifinal do torneio. 

Como havia perdido o primeiro jogo, no ginásio Ayrton Senna, o Vôlei Renata precisava de uma vitória por qualquer placar para forçar a parcial de desempate. Desta forma, o time campineiro dominou do início ao fim para garantir a vaga na decisão pela primeira vez desde 2014. 

O Vôlei Renata começou a construir a vitória no primeiro set logo no início. Concentrando, o time campineiro impôs um ritmo intenso no saque e pulou na frente em ace de Vaccari (10 a 6). Comandado pelo ponteiro Canuto no ataque, autor de cinco pontos no fundamento, os donos do Taquaral seguiram inspirados e foram aumentando a diferença (19 a 12). Sem perder a intensidade, os comandados de Horácio Dileo abriram 1 a 0 após ataque de Vaccari, encarando o triplo adversário: 25 a 18. 

O segundo set foi carregado de equilíbrio e tensão. Desde o início, os dois times trocaram pontos e se alternaram na frente do placar. Gonzalez, levantador campineiro, colocou todos os atacantes em condição de atacar, mas a igualdade permaneceu (16 a 16). Em momento de desconcentração, porém, os donos da casa permitiram que o adversário abrisse (16 a 19). Mesmo com a pressão no Taquaral, Itapetininga deixou tudo igual fazendo 25 a 22. 

Com a cabeça fria, o Vôlei Renata voltou a mostrar seu melhor no terceiro set. Consciente no saque, o time campineiro começou a abrir vantagem em passagem de González pelo serviço (9 a 5). Os donos da casa seguiram mandando na parcial e foram ampliando a frente em ataques de Luizinho e Vaccari. Após bloqueio de Renan, a equipe de Campinas abriu caminho para levar a parcial (21 a 15). Em ataque de Canuto, o Vôlei Renata fez 25 a 18 e abriu 2 a 1. 

Precisando de apenas mais uma parcial para forçar o golden set, o Vôlei Renata começou impondo um ritmo forte novamente. Desta vez, com Renan no saque, os campineiros logo assumiram o controle(11 a 8). Com sistema defensivo funcionando bem, os donos da casa seguiram ampliando em contra-ataques e obrigaram o adversário a parar o jogo (13 a 9). A partir daí o bloqueio do time da casa passou a funcionar. Luizinho e González fecharam a porta do ataque adversário em sequência e deixaram caminho livre (23 a 13). Após ataque de velocidade pelo meio com Luizinho, os campineiros fizeram 25 a 14, fecharam o jogo por 3 a 1, forçando o golden set. 

O nome do Golden Set foi Renan. Desde o início, o oposto comandou o ataque campineiro. Com intensidade, o Vôlei Renata logo abriu boa vantagem no placar (7 a 4) após bloqueio de Luizinho e obrigou o adversário a queimar os dois tempos técnicos. Sem desperdiçar oportunidades, os campineiros seguiram em cima, com bom aproveitamento do ataque, e foram ampliando (21 a 16). Em cortada de Vaccari, os comandados do técnico Horácio Dileo fizeram 25 a 19 e carimbaram a classificação. 

O adversário do Vôlei Renata na decisão sai do vencedor entre Sesi-SP e EMS Taubaté/Funvic, que fazem o segundo jogo da série nesta terça-feira, às 21h30min, no ginásio da Vila Leopoldina. No primeiro duelo, o clube paulistano venceu no tie-break. 

foto: Marcos Ribolli/Vôlei Renata

Comentários