(Paulista) Itapetininga quebra invencibilidade do Vôlei Renata e abre 1 a 0 na semi

No primeiro jogo das semifinais do Campeonato Paulista – Divisão Especial, o Vôlei UM Itapetininga fez valer o fator casa e derrotou o, até então invicto, Vôlei Renata por 3 sets a 2, parciais de 22/25, 27/25, 25/20, 24/26 e 15/10, no ginásio Ayrton Senna. Com isso, os comandados de Peu Uehara abriram 1 a 0 na série, que terá seu segundo jogo na próxima segunda-feira, às 21h30min, no ginásio do Taquaral. 

O Vôlei Renata começou com ritmo forte nos contra-ataques e abriu boa frente em passagem de Gonzalez pelo saque (4 a 1), obrigando o adversário a parar o jogo. Aos poucos, os donos da casa equilibraram as ações e o jogo ganhou emoção com o placar empatado (12 a 12). Com o duelo igual, os campineiros usaram o bloqueio para retomar a frente do marcador. Primeiro, Michel fechou a porta do ataque adversário, depois foi a vez de Renan, garantindo a vantagem (18 a 15). Com a frente, o time de Campinas manteve a regularidade, forçou o adversário ao erro e abriu 1 a 0 em ataque de Michel pelo meio: 25 a 22. 

O bloqueio campineiro voltou a funcionar no começo do segundo set. Renan subiu no simples e fechou o ataque de Gabriel (5 a 4). Apesar da vantagem do Vôlei Renata, os dois times trocaram pontos e o placar seguiu igual na maior parte da parcial. Na reta final, os donos da casa chegaram a abrir três pontos (23 a 20), mas o time de Campinas foi buscar o empate em passagem de Canuto pelo saque (23 a 23). Na reta final, após erro visitante, Itapetininga fez 27 a 25 e deixou tudo igual. 

O começo do terceiro set foi equilibrado. Os campineiros se desconcentraram e viram o time adversário abrir boa vantagem. O técnico Horácio Dileo (voltando ao time após servir a seleção argentina) usou o banco de reservas para tentar reagir. Com ace de Renan, o Vôlei Renata encostou no placar (22 a 20). Apesar da pressão dos visitantes, Itapetininga fez 25 a 20. 

O Vôlei Renata retomou a força no quarto set com aces de Michel (7 a 6) e Renan (9 a 7). Os campineiros seguiram comandando o placar, mesmo com as tentativas de reação do adversário. Angellus e Luizinho se encarregaram na virada de bola do time campineiro e mantiveram os visitantes na frente. Após 47 minutos de paralisação por goteiras, o Vôlei Renata mostrou eficiência no ataque e levou para o tie-break fazendo 26 a 24. 

Na última parcial, o Vôlei Renata começou em cima do adversário com volume, defendendo e contra-atacando (3 a 1). No decorrer da parcial, os donos da casa cresceram, com destaque para o ponteiro William e com a desconcentração do time campineiro, fecharam em 15 a 10. 

foto: Vôlei Itapetininga/Divulgação

Comentários