(Paulista) Em grande jogo, Sesi-SP bate EMS Taubaté/Funvic e abre 1 a 0

No primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista – Divisão Especial, o Sesi-SP levou a melhor sobre o EMS Taubaté/Funvic ao vencer por 3 sets a 2, parciais de 23/25, 25/22, 24/26, 25/22 e 12/15, no ginásio do Abaeté. Com o resultado, o clube paulistano joga por uma vitória simples na próxima terça-feira, às 21h30min, no ginásio da Vila Leopoldina para chegar a decisão. 

O primeiro set começou com o EMS Taubaté Funvic errando mais na recepção e no passe. O Sesi-SP teve um início de set com a defesa e o bloqueio funcionando muito bem, e os contra-ataques sendo bem aproveitados. O time visitante chegou a abrir boa vantagem no placar, mas o Taubaté foi buscar a diferença apostando no saque variado. Com as ações equilibradas, o jogo seguiu parelho até o final, com os dois times forçando bem o saque. O técnico Maurício Thomas colocou em quadra em parte do set o levantador Carísio, e o também levantador Fabiano entrou para sacar. O Sesi-SP errou menos nos momentos decisivos e fechou o set em 25 a 23. 

O segundo set começou equilibrado, com as duas equipes sacando bem. O Taubaté apostou no saque forçado, que funcionou bem. O Sesi-SP manteve o bom aproveitamento na recepção e nas bolas de ataque, e a partida seguiu equilibrada na maior parte do tempo. O Taubaté conseguiu encaixar boas sequências de saque e abriu vantagem, chegando a ter três set points. O Sesi-SP não se entregou e esboçou uma reação no final do set, mas não foi suficiente. Os taubateanos venceram por 25 a 22, empatando a partida. 

O terceiro set começou com o Sesi-SP sacando melhor e trabalhando bem com o bloqueio. O Taubaté buscou equilibrar o jogo forçando o saque, mas cometeu mais erros. O set seguiu equilibrado, com o Sesi-SP à frente virando as bolas com os ponteiros. O Taubaté reagiu com boas sequências de saque, e chegou as virar o placar e teve a chance de fechar o set. O Sesi-SP foi buscar a virada com dois saques decisivos do central Éder, e fechou em 26 a 24. 

O quarto set continuou equilibrado, com os dois times sacando forçado. O Taubaté foi mais efetivo no serviço, enquanto o Sesi-SP conseguiu equilibrar o jogo com bom trabalho da defesa e do bloqueio. O jogo seguiu equilibrado e com o placar parelho até os momentos finais. O oposto Mohamed teve uma boa passagem pelo saque e o time da casa conseguiu abrir dois pontos de vantagem. O Sesi-SP reagiu e conseguiu o empate, mas o Taubaté confirmou a superioridade do saque e fechou em 25 a 22, empatando o jogo. 

O tie-break começou com o Sesi-SP sacando tático e complicando a recepção taubateana. Em resposta, o Taubaté buscou no saque forçado e no bom trabalho de bloqueio a reação. O Sesi-SP errou menos e com ótimo aproveitamento do bloqueio nos momentos finais, com destaque para o oposto Alan (eleito o MVP da Copa do Mundo no Japão) virou o set e fechou em 15 a 12, após 2h35min de partida.

"Uma bela vitória na primeira partida da semifinal. Um agradecimento ao aniversariante do dia Éder, que jogou sem estará 100% das suas condições físicas e ajudou demais o nosso time. Outro cara que merece aplausos é o nosso oposto Alan, que chegou do Japão entrou em quadra e também fez o seu papel. O dado triste da partida é a lesão do Leandro Vissotto, que acontecem na nossa profissão", afirmou o levantador William, em seu rede social após a importante vitória no Abaeté. 

“Foi um jogo decidido nos detalhes mais uma vez, assim como são todos os confrontos contra o Sesi-SP. Eles sacaram muito bem, nós não fomos tão efetivos no nosso bloqueio, mas nós tínhamos nos comprometido a dar o nosso melhor, e foi isso o que aconteceu. O time lutou do início ao fim, não se entregou, então saio de quadra orgulhoso dessa postura, apesar da derrota. Agora vamos para o próximo jogo, teremos o reforço dos atletas que estavam na seleção e vamos buscar essa vitória lá dentro do Sesi-SP”, comentou o auxiliar-técnico Maurício Thomas. 

foto: Renato Antunes / Maxx Sports

Comentários