(Copa do Mundo) Com destaque para o bloqueio, Brasil derrota a Austrália

Depois de estrear vencendo o Canadá, a Seleção Brasileira voltou a ganhar na Copa do Mundo, realizada no Japão. Na cidade de Nagano, a equipe verde e amarela, que teve como destaque o forte trabalho de bloqueio, derrotou a Austrália, nesta quarta-feira, por 3 sets a 0, parciais de 25/15, 25/20 e 25/17, e manteve o 100% de aproveitamento. 

O oposto Alan foi o maior pontuador da partida, ao lado do australiano Williams, com 13 acertos. O brasileiro marcou oito de ataque, um de bloqueio e quatro de saque. Os ponteiros Leal e Lucarelli fizeram 11 e 10 pontos, respectivamente. E o central Lucão marcou nove vezes. Após a partida, Lucarelli falou sobre a importância de mais uma vitória pelo placar de 3 a 0. 

“Um campeonato muito longo, com 11 jogos em 15 dias, e cada vitória por 3 a 0, na verdade cada vitória é muito importante. Ficamos muito felizes por termos ganhado mais uma vez e ter jogado bem, que é o mais valioso em um campeonato como esse. Agora temos um dia de descanso para depois fazer mais uma sequência de três jogos importantes”, disse Lucarelli. 

“São três pontos importantes em uma competição muito equilibrada, onde cada jogo é uma grande final”, disse o treinador da seleção brasileira, que ainda falou especificamente sobre o jogo contra a Austrália (...) Tenho certeza que os números de hoje, o resultado do placar, não reflete o que se apresentou nos últimos anos entre Brasil e Austrália, que sempre fizeram jogos equilibrados. Na última partida, na VNL, vencemos por 3 a 2 um jogo muito difícil. Hoje, mantivemos um voleibol muito forte do início ao fim”, disse o técnico Renan Dal Zotto. 

O Brasil folga na rodada desta quinta-feira e volta a jogar na sexta-feira, às 6h (horário de Brasília), quando enfrentará a equipe do Egito. A partida terá transmissão ao vivo do SporTV 2. 

Equipes:

Brasil: Bruno, Alan, Lucão, Maurício Souza, Leal, Lucarelli e Thales (líbero)
entraram: Fernando Cachopa, Maurício Borges, Flávio e Douglas
técnico: Renan Dal Zotto

Austrália: Williams, Smith, O’Dea, Weir, Sanderson, Dosanjh e Perry (líbero)
entraram: Richards e Staples
técnico: Mark Lebedew

foto: FIVB/Divulgação

Comentários