(Copa do Mundo) Brasil venceu, de virada, Irã, e continua líder invicto

O Brasil segue invicto na Copa do Mundo. Neste domingo, a Seleção Brasileira enfrentou o Irã e, em sua quinta partida na competição, garantiu a quinta vitória. Em Nagano, no Japão, a equipe dirigida pelo técnico Renan Dal Zotto venceu, de virada, por 3 sets a 1, parciais de 25/27, 25/21, 27/25 e 25/22, se mantendo como a única invicta do campeonato. 

Nesta partida, o ponteiro Leal e o oposto Alan dividiram o posto de maior pontuador do Brasil, com 16 acertos cada um. Leal marcou 14 vezes no ataque, uma no bloqueio e uma vez de saque. Alan pontuou 15 vezes no ataque e uma no saque. Outro destaque ficou por conta do central Lucão, responsável por 14 pontos (12 de ataque e dois de bloqueio), que falou sobre estar atrás no placar em alguns momentos e saber reagir. 

“Tem uma palavra que usamos desde 2015 que é resiliência. Esse campeonato é muito cansativo. Viemos de partidas muito pesadas, como o do Rússia ontem, e o Irã jogou muito bem, com baixo nível de erro (...) Nós não conseguimos sacar tão bem hoje, talvez por estarmos mais cansados, e eles conseguiram ter uma rodada de bola muito agora. Agora temos dois dias para descansar e recuperar as energias porque sabemos que em Hiroshima vai ser pesado também”, destacou Lucão. 

“Foi um jogo extremamente difícil e já sabíamos que iríamos encontrar essas dificuldades. Historicamente, Brasil e Irã sempre fazem jogos disputados, jogados ponto a ponto. A seleção deles tem uma característica de sistema de defesa e contra-ataque excepcional, além de ser uma equipe que erra muito pouco”, disse o técnico Renan Dal Zotto, que comemorou o resultado. 

“Fico feliz por essa vitória de três pontos. Hoje o jogo estava completamente aberto e saímos satisfeitos pela vitória justamente porque a seleção do Irã nos colocou em muitas dificuldades durante o jogo”, concluiu o treinador. 

Nas primeiras rodadas, o Brasil já havia derrotado o Canadá, a Austrália, o Egito e a Rússia. Com esta campanha, a equipe verde e amarela soma 15 pontos e lidera a tabela entre as 12 seleções participantes. Agora a competição para por dois dias, sendo que nesta segunda-feira, a Seleção Brasileira viaja para Hiroshima, onde jogará os próximos seis confrontos. O próximo será contra Argentina, na quarta-feira, às 2h (horário de Brasília). 

Equipes:

Brasil: Bruno, Alan, Lucão, Maurício Souza, Leal, Lucarelli e Thales (líbero)
entraram: Felipe Roque, Fernando, Maurício Borges, Douglas e Flávio
técnico: Renan Dal Zotto

Irã: Yali, Esfandiar, Shafiei, Fayazi D., Gholami, Karimisouchemaei e Hazarat (líbero)
entraram: Moazzen
técnico: Igor Kolakovic

foto: FIVB/Divulgação

Comentários