(Copa do Mundo) Brasil bate os Estados Unidos e conquista sétima vitória

Nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira derrotou os Estados Unidos por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/22 e 25/17, em Hiroshima, no Japão, e segue líder invicto da Copa do Mundo. Essa foi a sétima vitória da equipe treinada por Renan Dal Zotto, que agora soma 21 pontos, três a mais que a Polônia, hoje a 2ª colocação, e cinco a frente do próprio time norte-americano. 

Na partida de hoje, o oposto Alan foi o maior pontuador a partida, ao lado do norte-americano Russell, com 16 acertos. O ponteiro Leal também foi importante na pontuação, com o total de 15 pontos. Alan ainda foi responsável pelo último ponto da partida. 

“Fico feliz por ter fechado o jogo, ainda mais com um ponto como esse, bonito. Mas ainda temos muitos jogos pela frente, temos que seguir concentrados (...) Acho que o coletivo foi fundamental hoje, todo mundo jogou muito bem, cada um jogando na sua posição, já que os Estados Unidos vieram sacando muito forte. Soubemos lidar bem com isso, atacamos muito bem, defendemos, bloqueamos. Foi um jogo em que todos estão de parabéns”, afirmou Alan. 

“Os Estados Unidos são um dos melhores times do mundo, que joga junto há muitos anos e trabalha muito bem em todos os fundamentos. Hoje o Brasil esteve em uma noite bastante inspirada, jogando forte em todos os fundamentos, saque, bloqueio muito agressivo. Consequentemente uma defesa que estava tocando em quase todas as bolas”, elogiou o técnico Renan, que também comentou sobre este importante duelo do voleibol mundial. 

“Apesar de termos vencido por 3 sets a 0, somente o último set teve um placar um pouco mais dilatado. O primeiro e o segundo foram muito equilibrados, como é normal em um duelo entre Brasil e Estados Unidos. Ficamos muito felizes, pois são três pontos muito importantes para nossa caminhada”, concluiu o treinador brasileiro. 

A equipe verde e amarela já volta à quadra nesta sexta-feira, às 2h (Horário de Brasília), para a sua oitava das 11 partidas nesta Copa do Mundo. O duelo será contra a Tunísia e terá transmissão ao vivo do SporTV 2. 

Equipes:

Brasil: Bruno, Alan, Lucão, Maurício Souza, Leal, Lucarelli e Thales (líbero)
entraram: Fernando e Felipe Roque
técnico: Renan Dal Zotto

Estados Unidos:
Russell, Muagututia, Anderson, Christenson, Smith e E. Shoji (líbero)
entraram: Stahl, Patch e Tuaniga
técnico: John Speraw

foto: FIVB/Divulgação

Comentários