Betim será sede do Mundial de Clubes de 3 a 8 de dezembro

A Federação Internacional de Vôlei confirmou a cidade de Betim, em Minas Gerais, como sede do Mundial de Clubes 2019. O Sada/Cruzeiro será o anfitrião do torneio, que contará apenas com quatro clubes, sendo eles: o Cucine Lube Civitanova, da Itália, o Zenit Kazan, da Rússia, e o Al-Rayyan, do Qatar. O time celeste buscará o tetracampeonato, tendo vencido anteriormente em 2013, 2015 e 2016. 

O Mundial de Clubes está programado para iniciar no dia 3 de dezembro e todas as partidas ocorrerão no ginásio Divino Braga. Segundo o regulamento, as equipes jogarão entre si e após a fase classificatória serão definidos os semifinalistas (1º x 4º) e (2º x 3º), com a grande decisão ocorrendo no dia 8 de dezembro. A tabela oficial deve ser confirmada em breve pela FIVB. 

Tricampeão, o Sada/Cruzeiro que fazer valer o fator casa, já que as três vezes que Betim foi sede, a equipe celeste levantou a taça. Neste ano, a equipe do técnico Marcelo Mendez tem como algumas das novidades no elenco, os ponteiros Gordon Perrin, do Canadá, e Facundo Conte, da Argentina, além do central Otávio. Recentemente, o levantador Fernando Cachopa e o central Isac foram campeões da Copa do Mundo com a Seleção Brasileira. 

Quanto aos adversários, o Cucine Lube Civitanova tem uma verdadeira seleção, contando com os também campeões mundiais pelo Brasil, Bruninho e Leal, o central cubano Simon (ex-Sada/Cruzeiro), além do italiano Juantorena. No Zenit Kazan, a seleção russa está em peso, mas vale destacar as presenças do ponteiro francês N’Gapeth e do oposto búlgaro Sokolov. Já o Al Rayyan tem no comando o brasileiro Carlos Schwanke e deve antes do torneio anunciar reforços. 

Na última edição, disputada na Polônia, o Trentino, da Itália (maior vencedor da competição, com cinco títulos) derrotou na final o Lube Civitanova. O Sada/Cruzeiro foi o 5º colocado tendo vencido apenas uma partida (sobre o Khatam Ardakan, do Irã) em seu grupo na fase classificatória. 

foto: FIVB/Divulgação

Comentários