APAV Vôlei recebe convite da CBV e vai disputar próxima Superliga B

A Confederação Brasileira de Vôlei divulgou recentemente os clubes inscritos para o Campeonato Brasileiro Interclubes – Superliga C e chamou a atenção a ausência da APAV Vôlei, que havia sido rebaixado a terceira divisão nacional. Entretanto, a CBV entrou com contato com a equipe gaúcha e ofereceu um convite para disputar a próxima edição da Superliga B, devido a desistência de outro clube. 

“A equipe do São Judas, de São Bernardo, não vai se inscrever, então o convite veio para nós. Nos inscrevemos há cerca de dez dias e já efetuamos o pagamento da inscrição (...) Para nós foi uma baita notícia, pois não precisamos participar da Superliga C, onde teríamos que antecipar tudo”, afirmou o gestor da equipe, Gustavo Endres, em entrevista ao Jornal NH. 

Na temporada passada, a APAV Vôlei teve dificuldades para viabilizar sua participação na Superliga B, ganhando apoio (do Banrisul) muito perto da estreia na competição. Com vários atletas jovens, a equipe treinada por Marcelinho Ramos acabou na última colocação, sem nenhuma vitória, porém o principal objetivo era manter viva uma equipe gaúcha no cenário nacional. 

Com um projeto consolidado e tendo inúmeras participações na elite nacional, além de uma conquista na própria Superliga B, a APAV Vôlei segue trabalhando para acertar com parceiros e patrocinadores. Com um discurso ‘pés no chão’, o que se fala é de realizar uma boa competição, com um planejamento a longo prazo. 

“Agora, a gente ganhou um mês e meio para planejar um pouco mais, ir atrás de alguns parceiros para viabilizar melhor essa Superliga B, já que na temporada passada ficamos em último (...) Precisamos de mais dinheiro e atletas experientes para termos um resultado melhor. Não digo nem talvez subir de novo nesta temporada 2020, mas ir crescendo aos poucos. Temos uma bela oportunidade pela frente, vamos honrá-la e fazer da melhor maneira possível”, concluiu o campeão olímpico. 

A Superliga B 2020 contará novamente com oito equipes. Além a APAV Vôlei (RS), que ficou com a vaga do São Judas Voleibol, rebaixado na Superliga A, estão confirmados os times que ficaram do 3º ao 6º lugar na última edição, casos de Anápolis Vôlei (GO), Lavras Vôlei (MG), JF Vôlei (MG) e São José Vôlei (SP). A UPIS (DF), que terminou na 7ª colocação também foi convidada e entra na vaga do Caramuru Vôlei (rebaixado na Superliga A e devido ao fair play financeiro terá que disputar a Superliga C). Os outros dois clubes virão justamente da Superliga C. 

foto: TXT Sports/APAV Vôlei/Divulgação

Comentários