(Mundial Sub-21) Brasil vence a Rússia e fica com a medalha de bronze

A Seleção Brasileira ficou com a medalha de bronze no Campeonato Mundial Sub-21, que acontece no Bahrein. Na manhã deste sábado, os comandados de Giovane Gavio venceram a Rússia na disputa pelo 3º lugar por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 27/25 e 25/12. A campanha do Brasil foi de seis vitórias em oito jogos, sendo que com este bronze o time retorna ao pódio em mundiais depois de seis anos. A medalha anterior havia sido a prata na Turquia em 2013. 

No duelo contra os russos o saque brasileiro fez a diferença, especialmente dificultando o passe adversário, o que permitiu diversos contra-ataques e colaborou com a eficiência do bloqueio (foram 10 pontos neste fundamento). O oposto russo Maksim Spozhkov, de 2,10m, foi o maior pontuador do duelo com 16 acertos. 

“Esta é uma medalha de extrema importância para nós. Demos o nosso máximo nesta competição e queríamos muito subir ao pódio. Hoje fui o maior pontuador do time, mas tudo graças à ajuda de cada um dos meus companheiros”, comentou o central Guilherme Voss, que marcou 13 vezes. 

“Foi uma vitória maravilhosa. Conseguimos uma medalha, ou seja, um lugar de destaque em um campeonato com nível técnico muito equilibrado. Hoje o nosso saque funcionou bem, facilitou o trabalho do nosso bloqueio. Todos os rapazes jogaram acima da média. Conseguimos sair de uma situação difícil e revertê-la. Foi um grande resultado. Este grupo é maravilhoso e está de parabéns”, contou o técnico Giovane Gavio. 

O Brasil entrou em quadra com o oposto Angellus, o levantador Rhendrick, os centrais Guilherme Voss e Edson Junio, os ponteiros Victor Birigui e Lucas Figueiredo, e o líbero Bruno Bello. Entraram o levantador Gustavo Orlando e o oposto Welinton Oppenkoski. 

Na decisão do ouro, o Irã levou a melhor sobre a Itália por 3 sets a 2, parciais de 25 /17, 17/ 25, 23/25, 25/ 22 e 12/15. 

Foto: Getty Image/FIVB

Comentários