Rennes Volley 35 investe em trio brasileiro selecionável para buscar título francês

O Rennes Volley 35 resolveu apostar na contratação de um trio brasileiro, que constantemente é chamado a vestir a camisa verde e amarela, para buscar o título francês na temporada 2019/2020. A diretoria não poupou esforços e investimento para acertar as vindas do levantador Thiaguinho e do central Leandro Aracaju, que estavam no Sesc-RJ, além do oposto Rafael Araujo, destaque do Al-Ahly, do Qatar. 

Thiaguinho deixou o Sesc-RJ depois de duas temporadas e chega com a experiência de já ter atuado no voleibol italiano, além de ter sido convocado para a Liga das Nações e de ser o possível titular brasileiro nos Jogos Pan-Americano de Lima, no Peru. Já o central Leandro Aracaju fará sua primeira temporada no exterior, sendo que além do clube carioca já vestiu a camisa do Sesi-SP. 

O oposto Rafael Araujo está atuando no exterior desde 2016 quando trocou o Sesi-SP pelo MKS Bedzin, onde disputou duas temporadas. Na sequência seguiu no voleibol polonês indo jogar no Onico Warsaw e de lá foi para o Qatar. O jogador foi bastante observado pelos dirigentes do Rennes Volley 35 e chega para ser a referência ofensiva da equipe francesa. 

Além dos três brasileiros, o Rennes Volley 35 acertou a chegada do libero argentino Facundo Santucci, que estava no Top Volley Latina, da Itália, e disputou a Superliga 2017/2018 pelo Vôlei Renata. Na última temporada da Ligue A, a equipe chegou a fazer a quarta melhor campanha da fase classificatória, mas caiu nas quartas de final para o Nice. Já na Copa da França perdeu nas semifinais para o Chaumont. 

foto: Sesc-RJ/Divulgação

Comentários