Guarulhos deve perder parceria com o Corinthians, mas seguirá projeto

Após duas temporadas na elite nacional, a parceria entre Corinthians e a prefeitura de Guarulhos não deve continuar em 2019/2020. O Timão ainda não se manifestou a respeito de seguir com um time próprio, mas nos bastidores se fala da possibilidade de um CNPJ do clube e de atuação no Parque São Jorge. Por outro lado, o município já tem uma alternativa, com a criação no ano passado da Associação dos Índios Guarus (AIG). 

Para entender a situação, na sua primeira temporada, o Corinthians-Guarulhos atuou com o CNPJ vinculado a ADC São Bernardo, realizando uma ótima campanha no Campeonato Paulista (vice-campeão) e conquistando a Taça Ouro (atalho da CBV para ingresso na Superliga). Na elite nacional fez boa campanha e acabou ingressando nos playoffs.

Na temporada passada, com a ADC São Bernardo saindo da parceria (acabou criando o São Judas Voleibol), o Corinthians-Guarulhos ‘alugou’ o CNPJ do Montes Claros, e com isso disputou novamente a elite nacional. Entretanto, a campanha foi bem diferente e o clube chegou a flertar com o rebaixamento, o que culminou com a ausência do time nos playoffs. 

Enquanto isso, no ano passado, a AIG disputou a Superliga C (que dava duas vagas para a Superliga B), porém acabou não conquistando a vaga, tendo em seu elenco um grupo recheado de jovens. Porém, a chama de um projeto próprio foi acessa, ainda mais que a comunidade de Guarulhos comprou a ideia do clube, assim como a prefeitura e patrocinadores locais. 

Segundo o site GuarulhosWeb, a diretoria da AIG negocia a possibilidade de atuar no Sesc Guarulhos, localizado na região do Parque Cecap, ou seja, deixando o ginásio da Ponte Grande. Além disso, existe o interesse de que o bicampeão olímpico Serginho continue no projeto, dentro ou fora de quadra. 

foto: Nícolas Ornellas/Corinthians-Guarulhos

Comentários