(Superliga) EMS Taubaté/Funvic e Sesi-SP fazem 4º jogo da final neste sábado

A Arena Suzano recebe neste sábado, às 21h30min, o quarto jogo da série melhor de cinco partidas da decisão da Superliga 2018/2019. EMS Taubaté/Funvic e Sesi-SP chegam para o duelo em momentos diferentes, já que o time do Vale do Paraíba pode conquistar o inédito título se vencer o confronto, enquanto o clube paulistano necessita ganhar para forçar um quinto e decisivo jogo. A partida terá transmissão do SporTV 2. 

Após perder na Vila Leopoldina, o EMS Taubaté/Funvic vem de duas vitórias seguidas e ainda terá a seu favor o fato de ser mandante da partida em Suzano. Para a comissão técnica e o elenco, o momento é de entrar concentrado desde o início do confronto para evitar surpresas e conseguir manter o volume de jogo apresentado nas partidas anteriores. 

“A motivação e o comprometimento do time estão a mil, mas sempre com os pés no chão. Nós sabemos o quão difícil foi chegar até aqui e respeitamos muito a equipe do Sesi-SP, que foi o melhor time da primeira fase. Nós estamos muito focados e com certeza vamos em busca dessa vitória. A dificuldade numa série final longa vai aumentando à medida em que vamos chegando aos últimos jogos. Estudamos muito o time adversário, e agora a questão é buscar alternativas para anularmos os pontos fortes deles”, contou o levantador e capitão Rapha. 

“Cada jogo é uma história. Quando se enfrenta um time como o Sesi-SP, com a comissão técnica qualificada que tem, você nunca pode esperar que vai encontrar o mesmo time. Eles, assim como nós, sempre vêm fazendo coisas diferentes. Os três jogos até agora, foram completamente distintos, taticamente falando. Esta quarta partida será mais uma nova história, e temos de estar prontos para achar as soluções para cada momento.”, destacou o treinador Renan Dal Zotto. 

No Sesi-SP, que precisa vencer o jogo deste sábado para empatar a série, O treinador Rubinho vê como normal o equilíbrio entre os dois times e o maior desafio será na parte mental do confronto. Com jogadores experientes no elenco, como o levantador William, o ponteiro Lipe e o central Éder, todos campeões olímpicos, o importante será manter a concentração e ver como a equipe lidará com a pressão de estar atrás na série. 

“O terceiro jogo mostrou o equilíbrio da fase. O primeiro jogo teve a predominância nossa, no segundo foi deles, e este último jogo foi extremamente disputado. Os dois times jogaram melhor. Acredito que a tendência é este equilíbrio se manter. Claro que o próximo jogo terá um peso maior mentalmente. Espero um duelo bem empolgante para a torcida. Tivemos momentos muito bons no último jogo, e precisamos manter estes momentos por mais tempo. Temos que manter nossa regularidade. Mas estamos em um ponto em que os dois times já sabem muito bem o que o outro vai fazer, e é um desafio mais mental”, contou o técnico Rubinho. 

No retrospecto da decisão desta temporada o Sesi-SP abriu com vitória por 3 sets a 0 na Vila Leopoldina, em São Paulo, no dia 23 de abril. No segundo encontro, no dia 27 de abril, no Abaeté, os donos da casa devolveram o placar de 3 sets a 0. No terceiro jogo, na última terça-feira, na Arena Suzano, o EMS Taubaté/Funvic venceu por 3 sets a 2 e assumiu a vantagem no playoff. 

Equipes:

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Leandro Vissoto, Lucarelli, Conte, Lucão, Otávio e Thales (líbero)
técnico: Renan Dal Zotto

Sesi-SP: William, Alan, Éder, Gustavão, Lipe, Lucas Lóh e Murilo (líbero)
técnico: Rubinho

foto: Rafinha Oliveira/ EMS Taubaté/Funvic

Comentários