(Superliga) Vôlei Renata bate UM Itapetininga e vai embalado para os playoffs

Mesmo jogando no ginásio Ayrton Senna, o Vôlei Renata derrotou o Vôlei UM Itapetininga por 3 sets a 0, parciais de 25/22; 25/19 e 25/23, pela última rodada da fase classificatória da Superliga 2018/2019. Com o resultado, o time de Campinas chegou aos 37 pontos e terminou na 6ª colocação, enquanto a equipe comandada por Fabiano Magoo fechou a fase na 8ª posição. 

O Vôlei Renata usou a força do saque para comandar o primeiro set. Com ace de Dani, os campineiros logo abriram vantagem (8 a 6) e comandaram o placar durante toda parcial, usando a velocidade no ataque com os centrais Vini e Luizinho. Apesar das tentativas de reação dos donos da casa, o time de Campinas se manteve firme no serviço, abrindo caminho com pontos de Renan e Dani. Os visitantes ficaram ainda mais confortáveis na parcial em sequência de Vaccari. Com o ponteiro no saque, Vini anotou três pontos seguidos de bloqueio (24 a 18) e os comandados do técnico Horácio Dileo fecharam por 25 a 22, em ataque de Renan. 

O Vôlei Renata perdeu a concentração no início do segundo set e viu o adversário abrir vantagem (4 a 2). Aos poucos, porém, os campineiros encaixaram o sistema defensivo e começaram a rodar contra-ataques para tomar a frente do placar. Em duas bolas de meio, vindo pelo fundo, Vaccari colocou 7 a 5 no placar. Imprimindo um ritmo forte no saque, os visitantes foram ampliando a diferença, que chegou a cinco pontos após bloqueio de Luizinho (11 a 6). Sem perder a intensidade, a equipe de Campinas seguiu aproveitando a sequência de erros do adversário e o bom aproveitamento no ataque com Dani e Luizinho. Desta forma, o Vôlei Renata não teve problemas para fazer 25 a 19. 

Em meio ao equilíbrio do terceiro set, o bloqueio de Luizinho apareceu para dar a vantagem para o Vôlei Renata (7 a 5). Os donos da casa se mantiveram na cola, mesmo com o time campineiro mantendo um bom aproveitamento no ataque, especialmente, com os centrais. Quando o jogo apertou, Vaccari colocou a bola embaixo do braço e resolveu para o time visitante. Além de cortadas importantes, ele anotou ace em momento decisivo (20 a 17). O Vôlei UM tentou reagir, mas errou no final e a equipe de Campinas anotou 25 a 23. 

“Tivemos uma constância muito grande, especialmente, no saque. Pressionamos o jogo e devolvemos o jogo para o lado deles. Acredito que foi uma estratégia muito boa e que ajudou muito”, comentou o ponteiro Vaccari. 

Pelas quartas de final, o Vôlei Renata (6º colocado) encara a EMS Taubaté/Funvic (3º colocado), com o primeiro jogo no próximo sábado, às 11h30min, no ginásio Abaeté. Já o Vôlei UM Itapetininga (8º colocado) pega o Sesi-SP (1º colocado), com o primeiro duelo também no próximo sábado, às 21h30min, no ginásio da Vila Leopoldina. 

Equipes:
Vôlei UM Itapetininga: Jarman, Sanchez, Wennder, Victor Birigui, Pedro, Ademar e Filipinho (líbero)
entraram: Rodriguinho, Victor Baesso, Guilherme Emina, Wil e Daniel
técnico: Fabiano Ribeiro

Vôlei Renata: Demian González, Dani, Renan, Vaccari, Luizinho, Vini e Lukinha (líbero)
entraram: Bello e Melqui
técnico: Horácio Dileo

foto: Alex Júnior/Vôlei UM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro

(Paulista) Sesi-SP estreia contra a Climed/Atibaia nesta quarta-feira