(Superliga) No tie-break, EMS Taubaté/Funvic bate Vôlei Renata e abre 1 a 0

Na abertura das quartas de final da Superliga 2018/2019, a EMS Taubaté/Funvic superou o Vôlei Renata por 3 sets a 2, parciais de 25/14, 25/17, 25/27, 21/25 e 15/12, no ginásio Abaeté. Com o resultado, o time do Vale do Paraíba abre 1 a 0 na série melhor de três e joga por uma vitória na próxima quarta-feira, às 19h, no ginásio do Taquaral, enquanto a equipe de Campinas precisa vencer para forçar um terceiro confronto. 

O primeiro set começou extremamente equilibrado, com a EMS Taubaté/Funvic variando bem o saque e apostando nas bolas com seus ponteiros. Pelo lado do Vôlei Renata, o saque forçado entrou bem e complicou bastante a recepção taubateana, forçado mais erros. Os visitantes chegaram a liderar o placar nos primeiros momentos do set, mas logo o Taubaté retomou o controle da partida. Com boas atuações de ataque do ponteiro Lucarelli e dos centrais Lucão e Otávio, a equipe da casa conseguiu abrir vantagem de quatro pontos. A partir daí, também com boa atuação do ponteiro Douglas Souza no saque, os taubateanos ampliaram a vantagem e não encontraram dificuldades em fechar o set em 25 a 14. 

O segundo set começou com o Taubaté embalado e sacando muito bem. Variando o serviço entre o forçado e o saque tático, o time da casa impôs muita dificuldade à recepção do Vôlei Renata, forçando erros do adversário e facilitando a atuação do bloqueio. Novamente com ótima atuação dos ponteiros Lucarelli e Douglas Souza, a equipe do Taubaté manteve o padrão de jogo bem acima do adversário e venceu o set por 25 a 17. 

Com uma nova dupla de ponteiros em quadra (Temponi e Vaccari) e uma estratégia diferente de saque, diminuindo a força e minando taticamente o adversário, o Vôlei Renata se recuperou. As mudanças deram resultado e os comandados do técnico Horácio Dileo logo assumiram a frente do placar (5 a 7). Mantendo o bom proveitamento no ataque, os campineiros obrigaram o adversário a pedir tempo após ace de Vaccari (10 a 14). Mesmo com as tentativas de reação dos donos da casa, Vaccari e Temponi seguiram com o braço quente, rodando bolas importante e mantendo o time visitante na frente (21 a 23). No momento decisivo, o saque fez a diferença e, em ace, Dani fez 25 a 27. 

O Vôlei Renata não perdeu o embalo no quarto set e começou com um bloqueio de Vini para tomar a frente do placar (3 a 4). Mesmo com a reação do adversário, o time campineiro manteve a calma quando o duelo ficou nervoso. Em passagem de González pelo saque, os visitantes forçaram o adversário a errar e abriram grande diferença, obrigando Taubaté a gastar seus dois tempos técnicos (11 a 14). Quando os donos da casa tentaram reagir foi a vez do bloqueio do Vôlei Renata aparecer. González e Luizinho, em sequência frearam a reação de Taubaté (17 a 23). Em ataque de Temponi, os campineiros fizeram 21 a 25. 

No tie-break , o equilíbrio continuou sendo a tônica do confronto. O Vôlei Renata passou a variar bem o saque, complicando a recepção taubateana. Pelo lado da EMS Taubaté/ Funvic, a força veio do saque forçado e da boa atuação dos centrais Otávio e Lucão. O oposto Vissotto também foi bastante acionado e virou bolas importantes. Com apoio da galera, o Taubaté foi melhor e fechou em 15 a 12. 

“Foi uma vitória importante, nós precisávamos desse resultado positivo em casa, mesmo sabendo que seria um jogo extremamente difícil. O Campinas é um time muito competitivo, muito bem treinado já há alguns anos. Então começamos os dois primeiros sets muito bens, quase que impecáveis, com placares dilatados, que não refletem o que realmente é o jogo entre Taubaté e Campinas. O terceiro, quarto e quinto sets sim, esse é o jogo que nós temos que esperar que vai acontecer na quarta-feira em Campinas. Apesar de termos tidos momentos de muitos erros, como no terceiro set, a avaliação e já falando da expectativa para o próximo jogo, é que superamos as dificuldades e vencemos. Agora é partir para mais um jogo muito difícil na casa deles”, comentou o técnico Renan Dal Zotto. 

“Acredito que nos dois primeiros sets ficou uma discrepância muito grande ao nosso favor porque sacamos muito bem. Nos dois sets seguintes, eles conseguiram equilibrar o saque e nós não conseguimos manter o mesmo nível. O Bruno Temponi também entrou muito bem e equilibrou o time deles, principalmente na virada de bola. Nossos jogos contra eles são sempre complicados. Eles têm uma grande equipe muito bem treinada e com grandes jogadores”, afirmou o central Lucão. 

“Nos dois primeiros sets fugimos um pouco do nosso padrão de jogo que é de mais volume e de menos erros. A partir do terceiro set voltamos ao nosso padrão de jogo, erramos menos e foi uma pena que perdemos a partida, mas foi um bom jogo e as duas equipes jogaram bem. Agora vamos buscar essa vitória em casa”, disse o ponteiro Bruno Temponi. 

Equipes:

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Leandro Vissotto, Lucarelli, Douglas Souza, Otávio, Lucão e Thales (líbero)
entraram: Fabiano, Uriarte, Abouba, Robinho e Facundo Conte
técnico: Renan Dal Zotto

Vôlei Renata: Demian González, Dani, Renan, Vaccari, Luizinho, Vini e Lukinha (líbero)
entraram: Temponi, Bello, Daisel e Tavares
técnico: Horácio Dileo

foto: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações