(Superliga) Em grande jogo, Sada/Cruzeiro ganha do Copel Telecom/Maringá

Fechando a primeira rodada das quartas de final da Superliga 2018/2019, o Sada/Cruzeiro venceu o Copel Telecom/Maringá por 3 sets a 2, parciais de 21/25, 25/18, 25/23, 25/27 e 17/15, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com o resultado, o time mineiro abriu 1 a 0 na série melhor de três e joga por uma vitória na próxima quinta-feira, às 21h30min, no ginásio Chico Neto. Já os paranaenses precisam ganhar para forçar um terceiro duelo. 

Após um inicio bastante equilibrado, o saque fez a diferença para o Copel Telecom/Maringá na reta final do primeiro set, tanto que a vitória foi por 21 a 25. No segundo set foi a vez de os donos da casa mostrarem um forte bloqueio e uma ótima atuação no serviço, principalmente com o central Le Roux. O francês teve quatro aces nesta parcial e um total de seis em toda a partida: 25 a 18. 

O terceiro e o quarto set foram super equilibrados, com os times se alternando na liderança do placar, sendo que o Sada/Cruzeiro venceu por 25 a 23 e na sequência, o Copel Telecom/Maringá fez 25 a 27. No tie-break não faltou emoção, com os visitantes abrindo vantagem de 5 a 9 no placar, mas com grande sequência no saque de Rodriguinho, os mineiros empataram: 9 a 9. No final, várias jogadas acirradas e vitória do Sada/Cruzeiro por 17 a 15, após ponto de Luan. 

“Agora vamos comemorar a vitória e isso é o mais importante hoje. Muitas coisas não fizemos bem hoje, não cumprimos o que foi determinado na reunião e nos treinamentos, mas foi um jogo difícil. Maringá jogou bem, e temos que melhorar muito ainda. Falhamos em momentos decisivos e isso não pode se repetir (...) Tivemos chances de fechar antes, não conseguimos, mas acontece. Vamos evoluir ainda mais agora para buscar a vitória lá”, disse o central Isac. 

“O Maringá tem uma molecada nova, é um time que joga bem, redondinho, e cresceu muito na competição. É um time jogueiro e eles fizeram uma boa partida. E todo mundo quer jogar bem contra o Sada/Cruzeiro. E nós temos que ter muito cuidado, temos que trabalhar e estudar bastante, para não cometermos os mesmos erros. Nos três primeiros sets nós sacamos bem e isso ajudou muito, em alguns momentos o saque caiu um pouco, bloqueamos também. Os erros acontecem, às vezes por afobação, porque essa fase não é fácil, e temos que ficar atentos para diminuir ao máximo isso. Mas o resultado foi muito importante para nós, independente de ter sido um 3 a 2. Agora é ir com tudo para o jogo lá na casa deles”, afirmou o oposto Luan. 

“Satisfeito não ficamos nunca com uma derrota, independentemente de quem seja o adversário, mas ficamos contentes com o desempenho. Nosso compromisso era manter o nível que tivermos na temporada toda e fizemos isso hoje. Perdemos algumas chances de matar a partida, mas não podemos tirar o mérito deles”, disse o técnico Alessandro Fadul, que também já pensa no segundo confronto. 

“No tie-break, a passagem do Rodriguinho no saque fez a diferença. Mas, estamos contentes com o desempenho da equipe. Viemos para fazer o nosso melhor jogo, enfrentamos uma forte equipe de igual para igual, e essa série está em aberto. Esperamos manter a boa atuação e continuar pressionando o Sada Cruzeiro na próxima partida”, concluiu o comandante do Copel Telecom/Maringá. 

Equipes: 

Sada/Cruzeiro: Fernando Cachopa, Evandro, Sander, Rodriguinho, Le Roux, Isac e Serginho (líbero)
entraram: Sandro, Luan, Filipe e Leozinho
técnico: Marcelo Mendez

Copel Telecom/Maringá: Rodrigo Ribeiro, Lucas Borges, Hugo, Daniel, Rômulo, Deivid e Mario Junior (líbero)
entraram: Jonatan, Leandrão, Daniel, Vinícius e Johan
técnico: Alessandro Fadul

foto: Agênciai7

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações