Reunião no Rio de Janeiro discute o futuro da Copa Libertadores 2019/2020

Na última terça-feira na Universidade Santa Úrsula, no Rio de Janeiro, representantes de clubes, dirigentes da Associação dos Clubes de Vôlei e da Confederação Sul-Americana de Vôlei se reuniram para discutir o futuro da Copa Libertadores, mais precisamente a temporada 2019/2020. 

Estiveram presentes na reunião o diretor da CSV, Marcelo Wangler, o presidente da ACV, Andrey Souza, o secretário de esportes de Taubaté (sede da 1ª edição), Marcelo Mora, além de Flavio Pereira, representando o Sada/Cruzeiro, Marcus Felipe, do Sesi- SP, Marcos Senatore, do Sesc – RJ e Ricardo Navajas, do EMS Taubaté/Funvic. 

“Teremos uma competição de alto e que mudará a história do voleibol no continente”, afirmou Andrey Souza. 

A 1ª edição, que contou com a participação de quatro clubes brasileiros e quatro argentinos, foi vista como um pontapé inicial na formação de uma competição mais atrativa para os clubes. A fase final, que foi realizada em Taubaté, teve forte presença do público e as transmissões online foram um grande atrativo para quem queria acompanhar o torneio. 

foto: Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações