(Superliga) Na Cava do Bosque, Vôlei Renata supera Vôlei Ribeirão

Pela 7ª rodada do returno da Superliga 2018/2019, o Vôlei Renata derrotou o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 31/33, 26/24 e 25/23, na Cava do Bosque. Com o resultado, o time de Campinas chegou aos 27 pontos e assumiu a 7ª colocação, enquanto os comandados de Marcos Pacheco pararam nos 16 pontos e permanecem na 9ª posição da tabela. 

O primeiro set foi marcado pelo equilíbrio. Pressionando o time campineiro no saque, o time da casa tentou assumir a vantagem no início, mas o Vôlei Renata se manteve firme, aproveitando os erros de ataque do adversário. Após bloqueio de Luizinho, os visitantes assumiram a frente, obrigando Ribeirão Preto a pedir tempo (13 a 11). A vantagem deu tranquilidade para equipe de Campinas trabalhar no ataque com Dani e Vini. Após ace de Luizinho outro pedido de tempo (18 a 15). Os donos da casa tentaram reagir, mas os campineiros seguiram firmes na virada de bola e saíram na frente em ataque pelo meio: 25 a 23. 

O equilíbrio voltou a predominar no segundo set, que foi jogado em 43 minutos. Os donos da casa foram para cima no início e abriram vantagem (5 a 2). O Vôlei Renata colocou a cabeça no lugar e após bloqueio de Demian tomou a frente (7 a 5). Os campineiros seguiram firmes na virada de bola, mas o placar permaneceu empatado na maior parte do tempo. Em novo block, desta vez com Renan, o time visitante fez 21 a 20 e entrou com moral na reta final. A igualdade, no entanto, se manteve. O time de Campinas teve oportunidades de abrir 2 a 0 em contra-ataques, mas não aproveitou. Desta forma, Vôlei Ribeirão fechou por 33 a 31, após erro do visitante. 

O nível de jogo se manteve no terceiro set. Com Vaccari no lugar de Tavares entre os titulares, o time campineiro firmou no ataque para deixar o jogo igual. Os donos da casa conseguiram abrir vantagem após ace (15 a 13), mas o duelo teve que ser interrompido por causa da chuva em Ribeirão Preto. Depois de meia hora de paralisação, o Vôlei Renata voltou melhor e aproveitou contra-ataques com Dani e Vini para assumir a frente (21 a 19). Os comandados do técnico Horácio DIleo levaram a parcial fazendo 26 a 24, após ataque de Ribeirão direto para fora. 

Com a moral elevada, o Vôlei Renata começou o quarto set com tudo empurrado pela boa atuação de Luizinho. O camisa 10 apareceu bem no ataque para rodar contra-ataque importante e, logo em seguida, fechou a porta do adversário no bloqueio para dar a vantagem para os campineiros (10 a 5). O time de Campinas aproveitou a diferença controlou o jogo na virada de bola e, mesmo com a reação do adversário, fechou o duelo em ataque de Dani: 25 a 23. 

“Quando um jogador ou um técnico não faz um bom trabalho, ele não consegue se manter na profissão. Na arbitragem isso não acontece. Um lance ou outro pela força e velocidade do jogo é normal, mas erros capitais não podemos concordar. Não podemos concordar com a conduta no jogo. Foram erros cruciais. Claro que Campinas fez um excelente jogo. Não quero tirar o mérito deles”, comentou o técnico Marcos Pacheco. 

No próximo sábado, às 18h, o Vôlei Renata recebe o Copel Telecom/Maringá, no ginásio do Taquaral, em Campinas. No mesmo dia, às 11h, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão pega o São Judas Voleibol, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo. 

Equipes:
São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão: Jotinha, Alisson Melo, Petrus, Brunão, Gabriel, Rafael Bairros e Fábio Paes (líbero)
entraram: Diego, Ricardo Jr., Alemão e Luisinho
técnico: Marcos Pacheco

Vôlei Renata: González, Dani, João Paulo Tavares, Renan, Luizinho, Vini e Lukinha (líbero)
entraram: Bello, Vaccari, Melqui.
técnico: Horácio Dileo

foto: Renan Bin/FollowX Comunicação

Comentários