(Superliga) EMS Taubaté/Funvic supera UM Itapetininga no tie-break

Pela 6ª rodada do returno da Superliga 2018/2019, a EMS Taubaté/Funvic derrotou o Vôlei UM Itapetininga por 3 sets a 2, parciais de 25/16, 25/23, 21/25, 23/25 e 15/13, no ginásio Abaeté. Com o resultado, a equipe do Vale do Paraíba chegou aos 39 pontos e segue na 3ª colocação, enquanto os comandados de Fabiano Magoo aparecem na 7ª posição, com 25 pontos ganhos. 

O primeiro set começou bem equilibrado com as duas equipes variando bem o saque. Do lado da EMS Taubaté/Funvic, a defesa trabalhou bem e as bolas com os centrais Athos e Renan funcionaram. O Vôlei UM Itapetininga apostou na variação de saque para complicar a recepção taubateana. Cometendo menos erros, e com boa efetividade também dos ponteiros Lucarelli e Conte, quando acionados, o Taubaté conseguiu abrir vantagem e venceu o set por 25 a 16. 

O segundo set foi novamente equilibrado, mas com a EMS Taubaté/Funvic sempre se mantendo em vantagem no placar. As bolas de ataque com os ponteiros seguiram funcionando bem, e o oposto Abouba também foi um dos destaques nas bolas ofensivas. Errando menos que o Vôlei UM Itapetininga, o Taubaté venceu o set por 25 a 23, 

O terceiro set foi de reação do Vôlei UM Itapetininga, que manteve o saque forçado a todo instante, exigindo muito da recepção taubateana. O time visitante abriu vantagem de 10 a 7, e a partir daí administrou o placar. O Taubaté errou mais saques, e o bloqueio do Itapetininga foi mais eficiente. Os visitantes, com destaque para o oposto Michael Sanchez, venceram por 21 a 25. 

O quarto set foi bem movimentado e começou com o Vôlei UM Itapetininga melhor, com a recepção sendo bem efetiva e os ponteiros confirmando bolas importantes. A EMS Taubaté/Funvic buscou a reação variando bem o saque, e com o bloqueio voltando a funcionar. Os taubateanos chegaram a virar o placar e estar dois pontos à frente. O Itapetininga não se entregou, buscou a reação e com boa variação de saque e bloqueio efetivo, conseguiu virar e fechar o set em 23 a 25. 

O tie-break foi de superioridade da EMS Taubaté Funvic, que conseguiu encaixar bem o saque, forçando erros de recepção adversários. O bloqueio taubateano também voltou a ser decisivo, e com maior poderio ofensivo e um jogo bem agressivo, o Taubaté conseguiu fechar o último set em 15 a 13. 

Na próxima quarta-feira, às 19h, a EMS Taubaté/Funvic pega o Sesc-RJ, na Arena Jeunesse, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, às 20h, o Vôlei UM Itapetininga recebe o Caramuru Vôlei, no ginásio Ayrton Senna. 

Equipes:

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Abouba, Renan, Athos, Lucarelli, Conte e Thales (líbero)
entraram: Leandro Vissotto, Rodrigo, Uriarte, Robinho e Douglas Souza
técnico: Ricardo Navajas

Vôlei UM Itapetininga: Jarman, Sanchez, Wennder, Victor, Pedro, Ademar e Filipinho (líbero)
entraram: Rodriguinho, Emina, Judson e Daniel
técnico: Fabiano Ribeiro

foto: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações